Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 12/06/2014
  • 14:47
  • Atualização: 16:20

Protesto contra a Copa provoca destruição no Centro de Porto Alegre

Manifestantes reviraram cônteineres e picharam paredes

Manifestantes reviraram cônteineres e picharam paredes | Foto: Paulo Nunes

Manifestantes reviraram cônteineres e picharam paredes | Foto: Paulo Nunes

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

Um grupo de cerca de mil pessoas protesta contra a Copa do Mundo no começo da tarde desta quinta-feira no Centro de Porto Alegre. Após se reunirem em frente à Prefeitura, os manifestantes partiram em caminhada pela rua Júlio de Castilhos, retornando para a Borges de Medeiros e seguindo em direção à zona Sul. No trajeto, parte dos manifestantes depredou agências do Banrisul e da Caixa Econômica Federal, revirou cônteineres e pichou paredes.

Na esquina entre a Rua da Praia e a Dr. Flores, uma filial da rede de lanchonetes McDonalds foi depredada, depois que seguranças não conseguiram baixar as cortinas de ferro a tempo. Um grupamento dos bombeiros combateu o fogo colocado em um cônteiner de lixo, próximo do Largo dos Açorianos. Segundo o repórter Cristiano Soares, da Rádio Guaíba, os manifestantes seguiram pela Borges de Medeiros em direção ao anfiteatro pôr-do-sol, palco da Fan Fest da Copa. No caminho, depredaram a fachada do Daer, prédio do Ipê e do Tribunal de Justiça.

A tropa de choque da Brigada Militar (BM), junto com agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), está no local, mas apenas observa as manifestações, sem intervir. Ligados ao Bloco de Lutas e outros movimentos sociais e partidos políticos, os participantes do protesto fazem caminhada carregando faixas contra a realização do Mundial no Brasil, gritando que “a Copa não é do povo” e formando um mosaico com a frase “Fifa go home” (Fifa vá para casa).


Uma filial da rede de lanchonetes McDonalds foi depredada / Foto: Paulo Nunes

Confira a galeria de fotos da manifestação que está acontecendo agora em Porto Alegre:






*Com informações do repórter Cristiano Soares

Bookmark and Share