Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 19/06/2014
  • 07:26
  • Atualização: 07:50

Felipe VI assume como Rei da Espanha

Novo monarca jurou fidelidade à Constituição e respeito aos direitos dos cidadãos e das Comunidades Autônomas

  • Comentários
  • AFP

Em seu primeiro ato oficial, Felipe VI, que assumiu o trono espanhol jurou nesta quinta-feira fidelidade à Constituição. Felipe de Bourbon sucede o pai Juan Carlos na primeira mudança da coroa espanhola desde a restauração da democracia.

"Juro desempenhar fielmente minhas funções, guardar e fazer guardar a Constituição e as leis e respeitar os direitos dos cidadãos e das Comunidades Autônomas", afirmou Felipe VI diante dos deputados e senadores no Congresso.

Em suas primeiras palavras, Felipe prestou homenagem ao pai por seu papel na "reconciliação" da Espanha após a morte do ditador Francisco Franco (1939-75) e por "reconhecer a Espanha em sua pluralidade".

O novo rei, de 46 anos, expressou sua fé na unidade da Espanha, em um país que enfrenta o desafio do desejo de independência da Catalunha, que também volta a ganhar força no País Basco.

"Temos fé na unidade da Espanha, da qual a Coroa é símbolo", afirmou durante a proclamação no Congresso, diante dos presidentes regionais, entre eles o catalão Artur Mas e o basco Iñigo Urkullu.

Felipe VI terá ainda a tarefa árdua de devolver o brilho a uma monarquia desgastada pelos escândalos, que abalaram a família real e provocaram a queda da popularidade de seu pai Juan Carlos  e a crise econômica.

Assim, o novo rei prometeu uma monarquia "íntegra e transparente", em seu primeiro discurso.

"Desejamos uma Espanha na qual todos os cidadãos recuperem a confiança em suas instituições", afirmou durante a cerimônia, que não contou com as presenças de sua irmã Cristina e seu cunhado Iñaki Urdangarin, ambos indiciados em um caso de suposta corrupção.

Felipe VI também aproveitou o discurso de proclamação para destacar com "generosidade o imenso valor" dos vínculos que unem a Espanha com a América Latina.

Ele destacou a proximidade cultural, econômica e linguística entre Madri e suas ex-colônias, "um ativo de imenso valor que devemos potencializar com determinação e generosidade".

O novo monarca jurou fidelidade à Constituição de 1978 vestido com o uniforme de gala militar, incluindo a faixa de capitão geral dos exércitos.

Bookmark and Share