Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

  • 27/06/2014
  • 14:12
  • Atualização: 14:38

Enchente afeta 39 cidades no RS e deixa quase 3 mil desalojados

Iraí, no Norte gaúcho, é uma das mais prejudicadas pelas chuvas que castigam o Estado

Iraí, no Norte Gaúcho, é uma das cidades mais atingidas | Foto:  Fernando Sucolotti / Especial / CP

Iraí, no Norte Gaúcho, é uma das cidades mais atingidas | Foto: Fernando Sucolotti / Especial / CP

  • Comentários
  • Vitória Famer / Rádio Guaíba

As fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul desde a noite da última quarta-feira, de acordo com último relatório da Defesa Civil do Estado, afetaram 39 municípios e mais de três mil pessoas fora de casa – 2.686 desalojadas, 1,4 mil delas em Iraí e 520 em Barra do Guarita, e 395 desabrigadas, 100 delas também em Iraí.

No começo da tarde desta sexta, a enchente acabou provocando a interdição da ponte da cidade sobre o rio Uruguai. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) a interrupção do trânsito na BR 386/BR 158, divisa de Iraí (RS) e Palmitos (SC) é por tempo indeterminado. A PRF informou que a decisão foi tomada em conjunto com o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), como medida de segurança já que a ponte apresentou problema em um dos pilares devido o alto nível de água do rio.

A interdição  ocorre especialmente pela elevação em 15 metros do nível do rio Uruguai. A água está próxima da base da ponte e foi constatado problemas num dos pilares. Quase 10 mil veículos, diariamente, utilizam o local que é um dos principais pontos de entrada e saída do Rio Grande do Sul. Os motoristas que tem como destino Santa Catarina deverão utilizar a ERS 404, em Sarandi.

As partes mais baixas e o interior do município estão alagados também em função da cheia do rio Uruguai. Os moradores enfrentam a segunda maior enchente do município.

No município de Porto Mauá, no Norte do Estado, a prefeitura informa que o rio Uruguai segue subindo e está com 17,3 metros acima do nível. A previsão é que o rio suba até 20 metros neste final de semana. A travessia de balsa nos municípios de Porto Mauá, Porto Vera Cruz e Porto Xavier para Alba Posse, na Argentina, segue interrompida. O nível do rio deve baixar somente entre quarta e quinta-feira da próxima semana A prefeitura acredita que o leito do rio atinja, até domingo, 21 metros, superando a maior enchente da cidade, que foi de 20,7 metros em 1983.

Conforme o coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Oscar Moiano, as regiões Noroeste e o Extremo Norte estão de alguma forma prejudicadas. Ainda não temos a definição clara da situação de emergência porque algumas cidades estão conseguindo dar o primeiro atendimento às vítimas da enchente", disse nesta sexta-feira em entrevista à Rádio Guaíba.

Saiba mais
Alunos passam a noite em ônibus após cheia de rio no Alto Uruguai
Cheia bloqueia ponte sobre rio Uruguai que liga RS e SC

Cidades afetadas pelas chuvas
Alpestre
Aratiba
Áurea
Barão do Cotegipe
Barra do Guarita
Barra do Rio Azul
Caiçara
Campo Novo
Cerro Grande
Centenário
Cristal do Sul
Cruzaltense
Erechim
Erval Grande
Esperança do Sul
Floriano Peixoto
Getulio Vargas
Iraí
Itatiba do Sul
Jacutinga
Jaboticaba
Marcelino Ramos
Maximiliano de Almeida
Nonoai
Nova Candelária
Novo Machado
Novo Tiradentes
Palmitinho
Pinheirinho do Vale
Ponte Preta
Porto Vera Cruz
Porto Mauá
São José do Ouro
Tenente Portela
Tiradentes do Sul
Três de Maio
Unistalda
Viadutos
Vicente Dutra

* Com informações do repórter do Agostinho Piovesan

Bookmark and Share