Correio do Povo

Porto Alegre, 30 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
14ºC
Amanhã
17º 24º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

30/06/2014 07:41 - Atualizado em 30/06/2014 08:32

Desmoronamento bloqueia BR 158, em Santa Maria

Trecho de 100 metros da rodovia foi coberto por entulho

Força-tarefa e atua em diversas frentes para auxiliar os atingidos pelo mau tempo que assola o municípios<br /><b>Crédito: </b> Fabiano Dallmeyer / Especial / CP
Força-tarefa e atua em diversas frentes para auxiliar os atingidos pelo mau tempo que assola o municípios
Crédito: Fabiano Dallmeyer / Especial / CP
Força-tarefa e atua em diversas frentes para auxiliar os atingidos pelo mau tempo que assola o municípios
Crédito: Fabiano Dallmeyer / Especial / CP

A BR 158 em Santa Maria, na região Central do Estado, está bloqueada desde a noite desse domingo devido ao desmoronamento de terra no Km 317,6, próximo a Garganta do Diabo. Um trecho de cerca de 100 metros está coberto de entulhos e, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), não há previsão para a liberação da estrada.

O desvio para quem vai do Norte do Estado para a localidade é pela BR 285, em São Luiz Gonzaga, após BR 287, em Santiago. E para quem vai de Porto Alegre em direção ao interior, a alternativa é a BR 290.

Chuva intensa

As cidades de Santa Maria, Itaara e Silveira Martins, na Região Central do Estado, são castigadas pela chuva intensa que atinge o Rio Grande do Sul. A prefeitura de Santa Maria montou uma força-tarefa e atua em diversas frentes para auxiliar os atingidos pelo mau tempo que assola o município. “Estamos monitorando diversas regiões da cidade e dando todo o auxílio às famílias atingidas pela chuva”, resumiu o secretário de Ação Comunitária, Adelar Vargas.

A força-tarefa, composta por Secretarias de Município e pela Defesa Civil Municipal, identificou, além de alagamentos em pontos considerados críticos da cidade, 15 pontes e pinguelas, na região rural do município, que foram danificadas pela ação do tempo e estão intransitáveis.

“Estamos atentos à ponte do distrito de Passo do Verde e à cabeceira da ponte da Rua Euclides da Cunha, no Bairro Itararé. A Estrada do Perau que liga o município a Itaara é outro local que estamos monitorando”, disse Vargas.

Quinze famílias do Bairro Km 3 tiveram de sair de suas casas e foram abrigadas na igreja da localidade e na creche Estação dos Ventos em virtude da subida do Rio Vacacaí Mirim, que alagou a região. Uma campanha na busca de alimentos e agasalhos foi iniciada.

No Bairro Campestre do Menino Deus, duas famílias estão desabrigadas e recebem apoio da Defesa Civil .No distrito de Arroio Grande três famílias foram resgatadas pelo Corpo de Bombeiros e levadas para casas de parentes. No Bairro Passo das Tropas as margens da BR 392, outras duas famílias foram retiradas de casa já que as águas do arroio que passa na região transbordou.

Em Silveira Martins, a 20 quilômetros de Santa Maria, a estrada do imigrante foi tomada pela água e o transito de veículos está bloqueado. Na cidade de Itaara, inúmeras estradas estão interrompidas pelo grande volume de água da chuva. Quatro famílias recebem apoio da Defesa Civil do Município.Nesta segunda-feira a Prefeitura vai iniciar a distribuição de alimentos e agasalhos para os atingidos pela chuva.

*Com informações do repórter Renato Oliveira

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.