Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
15º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

30/06/2014 18:28 - Atualizado em 30/06/2014 18:38

Número de afetados pelas enchentes volta a subir no RS

Balanço divulgado pela Defesa Civil aponta 8.169 pessoas fora de suas casas em função das chuvas

Venâncio Aires tem diversas áreas alagadas<br /><b>Crédito: </b> Engelberto Henn / Divulgação / CP
Venâncio Aires tem diversas áreas alagadas
Crédito: Engelberto Henn / Divulgação / CP
Venâncio Aires tem diversas áreas alagadas
Crédito: Engelberto Henn / Divulgação / CP

Voltou a subir o número de pessoas afetadas pelas chuvas que atingem o Rio Grande dos Sul nos últimos dias. O boletim divulgado no final da tarde desta segunda-feira pela Defesa Civil aponta que as enchentes deixaram 8.169 pessoas fora de suas casas. Há 5.099 pessoas desalojadas (pessoas as quais não necessitam de abrigo, pois estão em casa de parentes, vizinhos ou outro imóvel) e 3.070 desabrigados (pessoas que necessitam de abrigo). O documento revela que subiu para 70 o número de municípios atingidos.

Os municípios de Alpestre, Cristal do Sul, Chiapetta, Iraí, Vicente Dutra, Barão do Cotegipe, Erval Grande, Porto Lucena e Pinheirinho do Vale solicitaram a homologação de decreto de situação de emergência. Já Caiçara, Cerro Grande, Crissiumal, Derrubadas, Getúlio Vargas e Tiradentes do Sul preencheram o Formulário de Informação de Desastre no sistema do governo federal.

Um Centro de Comando da Defesa Civil foi instalado em Frederico Westphalen para orientar os prefeitos e facilitar a confecção do processo de situação de emergência, além de atender as demandas de materiais encaminhadas pelos municípios da região.

Instabilidade segue no começo da semana

O Estado seguirá com muitas nuvens. Espera-se bastante nebulosidade na Metade Leste do Rio Grande do Sul com períodos de garoa e chuva, até localmente forte. Por se tratar de circulação ciclônica, podem ocorrer intervalos de melhoria, até com aberturas. No Oeste, Noroeste e pontos do Norte, o tempo ficará mais aberto e o sol aparece com nuvens.

Veja a relação das cidades atingidas
Alecrim
Alpestre
Ametista do Sul
Aratiba
Áurea
Barão do Cotegipe
Barra do Guarita
Barra do Rio Azul
Caiçara
Campo Novo
Carlos Gomes
Centenário
Cerro Grande
Chiapeta
Crissiumal
Cristal do Sul
Cruzaltense
Derrubadas
Doutor Mauricio Cardoso
Erechim
Erval Grande
Erval Seco
Esperança do Sul
Floriano Peixoto
Frederico Westphlen
Garruchos
Getulio Vargas
Iraí
Itaqui
Itatiba do Sul
Jaboticaba
Jacutinga
Marcelino Ramos
Maximiliano de Almeida
Nonoai
Nova Candelária
Novo Machado
Novo Tiradentes
Paim Filho
Palmitinho
Pinhal
Pinheirinho do Vale
Pontão
Ponte Preta
Porto Lucena
Porto Mauá
Porto Vera Cruz
Porto Xavier
Restinga Seca
Rio dos Índios
Roque Gonzales
Santa Cruz
São Borja
São João da Urtiga
São José do Ouro
Seberi
Sede Nova
Soliedade
Sinimbu
Vera Cruz
Tenente Portela
Tiradentes do Sul
Três de Maio
Unistalda
Uruguaiana
Vale do Sol
Venâncio Aires
Viadutos
Vicente Dutra
Vista Gaúcha

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.