Porto Alegre, domingo, 23 de Novembro de 2014

  • 02/07/2014
  • 11:22
  • Atualização: 12:23

Enchentes obrigam 11,5 mil gaúchos a sair de casa

Número de desalojados sofreu incremento de quase 2 mil pessoas nas últimas horas

Enchentes obrigam 11,5 mil gaúchos a sair de casa | Foto: Stephany Sander / Especial / CP

Enchentes obrigam 11,5 mil gaúchos a sair de casa | Foto: Stephany Sander / Especial / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Boletim da Defesa Civil do Estado divulgado às 11h desta quarta-feira aponta que o número de pessoas afetadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul subiu mais uma vez. Cerca de 11.596 pessoas tiveram que sair de casa, 1.922 a mais do que no balanço das 7h. De acordo com dados do órgão estadual, 3.156 estão desabrigados e 8.440 desalojados.

Das 88 cidades, 34 estão em situação de emergência e Iraí decretou estado de calamidade pública. Entre as cidades mais atingidas está São Borja, na Fronteira Oeste do Estado, que apresenta 400 desabrigados e mais de 2,5 mil pessoas desalojadas. Em Itaqui, na mesma região, os números são menores, mas ainda assim alarmantes. A cidade tem 85 pessoas desabrigadas e 1.911 desalojadas. E em Iraí, no Norte gaúcho, uma das cidades mais atingidas pelas chuvas, depois do início das limpezas, os números vêm baixando. Cerca de 634 pessoas estão desabrigadas e apenas uma desalojada.

Nova reunião nesta quarta

Representantes dos municípios atingidos, Defesa Civil e Governo do Estado irão se reunir nesta quarta-feira, no Centro Administrativo do Estado, para tratar dos problemas causados pelas enxurradas. Será o segundo encontro entre as partes – o primeiro ocorreu no sábado.

A Defesa Civil estadual está instalada na prefeitura de Frederico Westphalen para agilizar o atendimento aos municípios da região desde sábado. Agentes das secretarias estaduais também estão atuando nas comunidades para agilizar os trabalhos sequentes. Kits de dormitórios, limpeza e higiene pessoal estão sendo distribuídos na região.


Bookmark and Share