Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
25ºC
Amanhã
21º 34º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

04/07/2014 09:47 - Atualizado em 04/07/2014 14:06

Ibarama verifica possibilidade de decretar calamidade pública

Estimativa da prefeita é de que 70% do município tenha sofrido danos com temporal

Estimativa da prefeita é de que 70% do município tenha sofrido danos com temporal<br /><b>Crédito: </b> Brunno Fagundes / Divulgação / Facebook
Estimativa da prefeita é de que 70% do município tenha sofrido danos com temporal
Crédito: Brunno Fagundes / Divulgação / Facebook
Estimativa da prefeita é de que 70% do município tenha sofrido danos com temporal
Crédito: Brunno Fagundes / Divulgação / Facebook

A prefeita de Ibarama, nos Campos de Cima da Serra, Lenise Mariani, analisa com a Defesa Civil a possibilidade de decretar calamidade pública. A cidade foi atingida por um vendaval na noite dessa quinta-feira e a estimativa da gestora aponta que 70% do município foi atingido. No entanto, nenhum morador teve que sair de casa, já que foram distribuídas lonas durante a madrugada. O município tem cerca de 4,5 mil habitantes.

Diversas prefeituras da região estão auxiliando com equipes. Técnicos da AES Sul trabalham na recolocação dos postes de energia elétrica. Conforme a prefeita, foram mais de 50 pontes de luz danificados. O acesso ao município ficou bloqueado até o início da madrugada e a área rural não foi afetada.

AES Sul envia equipes para Ibarama

A concessionária AES Sul afirmou na manhã desta sexta-feira que não tem previsão para restabelecer a energia elétrica em Ibarama, nos Campos de Cima da Serra. De acordo com a assessoria da empresa, diversas equipes estão se deslocando para o município para recolocar os mais de 50 postes que caíram com os fortes ventos. Mesmo com o retorno da rede, os técnicos relatam que os moradores ainda precisarão consertar a rede interna de suas residências.

Além de estar sem luz, o município também ficou desabastecido de água. Os acessos do município chegaram a ficar bloqueados, mas foram restabelecidos no decorrer da madrugada.

As demais localidades atendidas pela empresa estão funcionando. Na área da Rio Grande Energia (RGE) são cerca de 800 clientes que estão com desligamento preventivo por causa da forte que atinge o estado nos últimos dias. A Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) registrou problemas em duas alimentadoras, nesta manhã, mas os danos já foram solucionados.

Bookmark and Share


Fonte: Jerônimo Pires / Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.