Porto Alegre, 01 de Novembro de 2014

Arena: decepção total

Postado por Hiltor Mombach em 3 de fevereiro de 2013 - Esportes

Prezado Hiltor

Os jogos da inauguração e pela pobreza, pela atipicidade, não revelaram ao torcedor gremista a realidade da Arena,  como aconteceu na partida contra a LDU.
Tempo gasto para chegar na Arena e retornar para casa: cinco horas  meia (das 20:30 às 02:00 horas). Estacionamento: caótico. No Olímpico o associado tinha um box permanente, de uso exclusivo. Agora o direito é de ingresso em uma área, na qual você precisa encontrar uma vaga para colocar o seu carro. Mas o pior estava por vir. Aconteceu quando chegamos nas nossas famosas cadeiras Gold, situadas, supostamente, no melhor lugar possível: bem no meio, bem na frente. A fantasia era de que nada nos dificultaria visualizar e  vibrar com os lances da partida, cara a cara com os nossos atletas. Nada disso! O sonho foi por água abaixo. Diante  de nossos olhos, nos isolando totalmente do jogo, haviam colocado, sem nos informar,  um vidro duplo, ainda  com restos de cola. A reclamação dos torcedores que estavam em nossa volta foi geral. Como se isso não bastasse, em uma das nossas cadeiras, a de número 11 (Bloco B207, Fila A) a visão é apenas central, pois em sua frente, como mostra a foto,  foram colocados dois batentes largos de ferro ou alumínio que fixam um vidro duplo de 30 a 40 centímetros de largura. Através desta pequena janela não  é mais possível torcer, mas assistir e, ainda no caso, precariamente. Koff está certo quando diz que a Arena não é do Grêmio. Mais certo estaria se acrescentasse que muito menos  é do torcedor gremista. A Arena não tem cor, bandeira ou  donos – os associados – como tinha o Olímpico. A tua camiseta tricolor de tantas batalhas não tem mais valor e  a tua história ligada ao clube virou página em branco. O gremista não vai mais torcer, vai assistir ao Grêmio jogar. Ele não é mais um associado, honra e orgulho do clube, mas um adquirente de uma cadeira em algum lugar desta imensa e “magnífica” casa de espetáculos de nome “Arena Porto-Alegrense SA”.  Afora isso, quem pensou na Arena, não pensou no bolso do torcedor gremista, senão vejamos: 

OLÍMPICO

Anuidade de duas cadeiras muito bem localizadas = R$ 2.028.00

Anuidade de uma vaga de estacionamento privativo= R$ 950.00 (50%)

TOTAL: R$ 2.978.00

ARENA

Anuidade de duas cadeiras Gol supostamente bem localizadas = R$ 8.640.00

Anuidade de uma vaga de estacionamento não privativo = R$ 900.00 (50%)

TOTAL  R$ 9.540.00

A Arena é um negócio, portanto, marcado peça frieza e pela impessoalidade, como se observa no relato a seguir. Colegas de profissão e companheiros de jogos do Grêmio por mais de quarenta anos, como no Olímpico, adquirimos na Arena, cada um, duas cadeiras Gold situadas uma ao lado da outra. Informados de que quatro cadeiras Gold dava direito a uma vaga grátis  no estacionamento, fomos até a Arena para saber se poderíamos colocar as quatro cadeiras em um só nome para obter o direito a gratuidade no estacionamento. Disseram-nos que a troca não era permitida e que, para ter o direito a um vaga grátis no estacionamento um dos dois teria que comprar mais duas cadeiras Gold. O Grêmio corre o risco de se tornar um clube de futebol sem o estádio e sem a torcida que tanto o  engrandeceram e o abrilhantaram. Como poderíamos representar a torcida para que possa ser colocada junto com a miniatura do Olímpico na sala de troféus do clube a fim de que as futuras gerações saibam do seu passado glorioso?  “A Arena é muito bonita, mas não tem vida.  Assistir a um jogo todo o mundo sentadinho, com um vidro na frente, eu estou fora”, disse-me um vizinho, gremista  de quatro costados, que vai deixar de ser associado e passar a assistir aos jogos em casa pela TV, comendo um churrasquinho e  vibrando com um grupo de amigos para  manter a lembrança do Olímpico.

Atenciosamente,
Gley Costa e Gildo Katz

Médicos  da Fundaçäo Mario Martins


21 Responses

  1. Coloradaço disse:

    Todos sabiam que esta arena não era do gremio, apenas alguns iludidos tricolores, inclusive alguns da imprensa, mas a verdade a cada dia se torna mais dolorosa pra esses iludidos.
    E por falar em estádio, ontem outro “remendão” foi reinaugurado e muito badalado por toda a imprensa esportiva do país.
    A cada dia que passa o discurso tricolor fica sem sentido, seja em relação a arena da OAS, seja em relação a reformulação do Beira Rio.
    Chuuuuuuuuuuuuupa tricolete

  2. Joaquim Sulleiman disse:

    Prezados, há muito tempo que venho questionando os dirigentes do nosso clube. Ao meu ver constituem um grupo de pessoas despreparadas e sem nenhuma visão tanto em termos de equipe de futebol, clube, como empresarial. Infelizmente nosso clube foi nos últimos tempos relegado a um bando de amadores preocupados em utilizar o clube para se sobressair em outros ramos de atividade. Enquanto isso nosso arqui-rival se valeu desta letargia, inércia e despreparo para amealhar títulos e mais títulos de expressão. Enquanto isso…em São Paulo, o clube favorito da população, mídia e jornalistas recebe de graça uma área, um estádio e patrocínio volumoso. Aí é fácil comprar grandes craques e alardear…O Corinthians hoje pode adquirir qualquer jogador de vitrine como um Ronaldo, um Messi, um Drogba e outros grandes astros do futebol espanho, italiano, inglês e argentino, basta estalar os dedos e um grupo de empresários compra. Quanto ao nosso querido clube, teve que gramar por conta própria, se individando…assim fica muito difícil tocar a vida…

  3. Alexis disse:

    A CAMPANHA ABERTA q esse blog faz contra a Arena, é brincadeira.

  4. André Álvaro Hinnah disse:

    Bah!!!! A realidade vem cobrando a conta! O problema, pelo visto, é que a Arena não é administrada pelo clube, mas por uma empresa onde o clube tem participação minoritária. Ainda bem que o caso do Beira-Rio é diferente. Mas vocês, azuis, ainda tem o Olímpico, antes da demolição…depois…não adianta chorar.

  5. Paulo disse:

    A ficha caiu! Da opulência à raiva. Antes a euforia, agora a rebeldia! Chorem gaymistas sem estádio, sem time, sem alma e sem títulos. Casa nova custa caro, ou os debilóides não sabiam? É isso aí abandonem o time e coloquem-no no lugar merecido 4ª divisão. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  6. rudimar disse:

    Hiltor esta ficando na cara que o sr é totalmente contrario a ARENA, É DESONESTO não deixar claro a todos seus leitores essa verdade.

  7. Cezar disse:

    Isso que está se vendo é a ponta do iceberg. Muitos outros protestos começarão a vir a tona. E tem muita gente que “ainda” pedia a permanencia da dupla “Odone/Pelaipe”. O Procon e MP não podem ser acionados???????

  8. Gibran disse:

    kkkkkkkkkkkkkk, chorem tricolinos!

  9. José disse:

    Convidem o helio dourado pro churrasquinho

  10. Pedro Ferrari disse:

    o que essses senhores queriam de um clube sem alma, sem história, que entrega literalmente o seu patrimonio maior a uma construtora por 20 anos, o INTER esta fazem tbem uma parceria, mas é dono do seu patrimonio, não esta arrancando sua historia do lugar onde foi construida, a AG vai lucra? vai sim, mas não esta 100% detentora dos direitos do estadio, do nosso Beira Rio

  11. Paulo Eduardo disse:

    Hiltor, sei que encontra-se em férias, mas não posso deixar de comentar esta publicação.

    Estas queixas fazem lembrar o ditado: “pimenta nos olhos dos outros é refresco”…

    A reclamação quanto tempo gasto só pode ser de moradores da região da Azenha/Menino Deus, que moram próximos ao Olímpico e gastavam pouco tempo para chegar e sair do estádio e agora na Arena demoram um pouco mais. Moradores da zona norte de PoA, como eu, ou moradores da Grande PoA, sempre gastaram este tempo para assistir os jogos e jamais queixaram-se.

    Quanto as cadeiras da Arena, no quarto anel, há cadeiras centrais com localização mais próxima do gramado que no Olímpico, sem o vidro de proteção e com preços bem menores que os praticados nos acentos Gold (o custo de 2 cadeiras ficariam em R$ 4056,00 anuais).

    Curioso que só vejo reclamações de torcedores que possuiam vantagens no Olímpico, como conselheiros, torcedores que possuiam estacionamento no estádio, moravam próximo ao estádio, etc. Não vi nenhum torcedor da grande maioria, da qual faço parte, que pagava com suor a mensalidade para a antiga social do Olímpico, reclamando da nova Arena.

    • Lúcio disse:

      Com certeza. Fui a todos os jogos na Arena até agora e é muito bom ver os jogos lá, chego em casa antes do que chegaria se fosse ao Olímpico. Sobre a propriedade, a Arena é tão do Grêmio quanto o BR é do Inter, pois no BR há inúmeras penhoras, partes do BR serão da AG, logo o direito dominial do Inter é talvez menor que o do Grêmio sobre ser estádio, mas claro, a discussão é pra ser pobre mesmo…

  12. Thiago disse:

    Assino embaixo.

  13. gilmar disse:

    VÃO TER QUE FICAR VINTE ANOS PAGANDO, POR UMA COISA QUE NÃO AGRADA NINGUÉM????

  14. Eduardo Dorneles disse:

    Médico playboy come churrasco olhando TV? Deve ter perdido a aula de matemática. É lógico que o Grêmio vai ter que pagar por isso. Tu trocaria a tua casa que vale 50 mi e trocaria por uma de 600 mi sem dar nada em troca? Tá ferrado amigo. Se tu não sabe o mundo é um negócio. Ou a tua consulta de 10 min tu não cobra.

  15. Lucas Regianni disse:

    Gley e Gildo. Sou colorado e acho que a Arena ficou muito bonita. Coisa de primeiro mundo mesmo. Pelo menso na fotografia.
    Vi o jogo com a LDU pela televisão, por óbvio, mas tive a mesma impressão.
    A Arena não tem vida. Ainda não. Talvez leve um tempo natural de adaptação, mas essa fase será maais demorada, quanto maior for a distância para com o torcedor.
    Falo isso sem nenhuma paixão clubística. Tenho muitos e grandes amigos gremistas e até um irmão. Não tenho nenhuma razão para fazer um comentário provocativo ou coisa que o valha.

  16. Gustavo disse:

    Também sou médico. Sócio gremista desde 2003. 90% de presença ao jogos. Discordo em tudo o que foi dito pelos colegas. Havia um estacionamento privativo para 200 no pátio a céu aberto e os carros ficavam expostos ao estádio todo que circulava por ali. Única vantagem era ser marcado. Vantagem bem relativa. Agora temos vagas COBERTAS para 1800 carros distribuídas por setores que não exigem caminhada superior a 2 minutos no estacionamento até acessar um ELEVADOR. A área de circulação por trás das cadeiras é infinitamente melhor, é ali que as pessoas devem circular e NAO entre as cadeiras. E se os colegas querem ficar em pé no Olímpico por que eles tinham cadeira lá? As cadeiras são os lugares para sentar e no momento dos lances agudos todo mundo levanta como normalmente sempre ocorreu. Repito, a circulação é atrás das cadeiras. Lembro também que no olímpico há uma barra de ferro transversal acima de um muro que também prejudica a visão. Sem contar que inegavelmente estamos muito mais próximos do campo. Mas esse texto explica por que no RS somos tão “chucros”. Sim, a Arena é um negócio. E que eu espero que beneficie o meu time. Além disso a acústica e sonora do estádio é 5 vezes superior ao Olímpico. Há incontáveis vantagens. E muita coisa positiva ainda vai se aprumar como mais variedade de bares e restaurantes. Mas se isso é ruim então sugiro torcer pro São Luis de Ijuí ,sentar na lata ou no cimento quente, deixar o carro na chuva os nas inúmeras garagens irregulares que se criavam a cada jogo do olímpico. Porém também concordo que a saída deve melhorar.

  17. Gustavo disse:

    Complementando, fui ao jogo contra a LDU e cheguei em casa 2 horas da manhã. Se fosse no Olímpico provavelmente teria chegado 00:50. 1 hora e 10 minutos de diferença. Então nesse aspecto podemos e devemos melhorar como acredito que ocorrerá. Mas salientar o tempo total envolvido é forçar o olhar sobre o lado negativo. A diferença foi e 1 hora e 10 minutos. Não mais do que isso e se deveu a saída trancada na rua e não no estacionamento. O “caos” acima relatado está do lado de fora. Lamento, mas isso me faz pensar que não temos mesmo futuro pois as melhores coisas parecem que só podem existir em outros lugares. E eu estou falando como alguém que conhece o Bernabeu, Camp Nou, o Ajax arena, e alguns estádios americanos e vê na Arena do GREMIO um lugar como esses melhores do mundo. Mas a tal alma de Gremista que vai deixar de ser sócio e ver jogo comendo churrasco em casa só vai fazer com que o time arrecade menos e continue tendo dificuldade em ter um grande time.

  18. octavio disse:

    Dentre os cometários que li, alguns contra outros a favor da Arena. Mas uma coisa é certa a Arena não é do Gremio e está se beneficiando da marca Gremio.
    Fabio Koff está certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


8 × = cinquenta seis

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>