Porto Alegre, 31 de Julho de 2014

A corrupção correu solta durante a ditadura

Postado por Juremir em 7 de junho de 2012 - História

A velha corrupção

Muita gente, repetindo os lacerdinhas da Veja, manda recados com o tradicional “não havia corrupção durante o regime militar” e “nenhum general presidente enriqueceu no poder”. Na primeira parte, confundem falta de divulgação com inexistência. Na segunda, consideram que sustentar um regime de tortura e morte é menos grave. A corrupção durante o regime militar foi uma constante. O historiador Carlos Fico, em “Como eles agiam”, mostra que a ação contra a suposta “crise moral” foi o mote dos militares. Sempre que a expressão “dissolução de costumes” se espalha, tem autoritarismo no ar. Os ditadores queriam acabar com a corrupção, que viam como um traço cultural muito “característico do brasileiro”.

O ministro Armando Falcão, pilar da ditadura, chegou a dizer: “O problema mais grave no Brasil não é a subversão. É a corrupção, muito mais difícil de caracterizar, punir e erradicar”. Com o AI-5, de 1968, a ditadura dotou-se de mecanismo para confiscar bens de corruptos. A Comissão Geral de Investigações, criada em 17 de dezembro de 1968, propunha-se a “promover investigações sumárias para o confisco de bens de todos quanto tenham enriquecido ilicitamente, no exercício do cargo ou função pública”. A roubalheira correu solta durante todo o regime militar. Carlos Fico conta que, entre 1968 e 1973, auge da ditadura, a CGI analisou 1.153 processos de corrupção. Aprovou 41 confiscos de um total de 58 pedidos. Entre os investigados ou condenados, “mais de 41% dos atingidos eram políticos (prefeitos e parlamentares) e aproximadamente 36% eram funcionários públicos. Num único ato, em 1973, chegaram ao Sistema CGI cerca de 400 representações ou denúncias”. Seria o caso de dizer: nunca se roubou tanto no país quanto em 1973.

Carlos Fico pergunta: “Por que, então, fracassou a iniciativa de ‘combate à corrupção’ do regime militar pós- AI-5?”. A resposta vai enfurecer os adeptos dos lacerdinhas: “Em primeiro lugar, a impossibilidade de manter os militares num compartimento estanque, imunes à corrupção, notadamente quando já ocupavam tantos cargos importantes da estrutura administrativa federal. Não terão sido pouco os casos de processos interrompidos por causa da identificação de envolvimento de afiliados ao regime”. Fico sabe do que fala. Foi um dos primeiros a ter acesso a arquivos com material sigiloso do regime. Examinou todos os processos de confisco no Arquivo Nacional. Cláudio Guerra, no recente “Memórias de uma guerra suja”, afirma que o regime financiou a repressão, na sua fase final, com dinheiro do jogo do bicho. Cita empresários, como o dono da Itapemirim, que receberam vantagens oficiais pelos bons serviços à repressão.

Uma determinação do Ministério da Justiça orientava a mídia: “É vedada a descrição minuciosa  do modo de cometimento de delitos”. Não foi possível divulgar a descoberta de uma carga de drogas no quartel da Barra Mansa. O ministro do Trabalho, o gaúcho Arnaldo Prieto, em 1974, censurou as notícias sobre sua desastrada política salarial. Foram censuradas também as “gravuras eróticas de Picasso”. O consumo de drogas era considerado parte do “variado arsenal do movimento comunista internacional”. Que tempos! Um paraíso artificial. Uau!


49 Responses

  1. Ivalino disse:

    Quando você omite alguns envolvidos nos vários mensalões que houve, não está idolatrando a esses tais? Pois é, só os outros “idolatram”. Eu me revolto, sim, com o julgamento agora e, se for político. O motivo é um só: por que não se julgam os outros? O mensalão do Dem e o do PSDB? Por que não se julga a maior corrupção que houve que foi a da privataria? Alguém duvida que houve? Além disso, o PIG está se colocando como se tribunal fosse. Por que essa imprensa deixou passar batido os outros mensalões citados? Porque tem culpa no cartório? Acho que essa é uma indignação justa. É como ver árbitro de futebol marcar pênalte contra seu time e nunca a favor…

  2. Alex disse:

    Corrupção dificilmente vai DEIXAR de existir.

    O problema é os caras roubarem, desviarem, se venderem…e o país andar mal.

    Se quiserem roubar, se corromper, etc e tal…mas eu e meus filhos tivermos segurança pra sair na rua, bom acesso à saúde qnd necessário, transporte público decente, etc, etc…então q assim seja!

  3. andreis disse:

    O gaúcho é um cara engraçado: reclama de tudo, endeusa o Brizola, vota no Tarso Genro e sua cidade está caindo aos pedaços. Está horrível.
    Na minha última visita fiquei impressionado. Nem parece aquela dos anos 70, linda. Mas ops, vai aparecer um PTralha dizendo que sou de direita. Sou e dai???

  4. niltitiozáo disse:

    Moras na filosofia. Ensinar e aprender matemática é uma filosofia. Respeitável, porém questionável. Longe de ser a essência, a panacéia redentora da educação e da evolução do ser humano para algo melhor.

  5. Alemão disse:

    Enquanto nós os bestas ficamos discutindo o que passou e não volta mais , os nossos amigos políticos continuam metendo a mão ! Vamos ser objetivos e combater quem nos prejudica …

  6. carlos disse:

    Eu gostaria que se preocupassem com a corrupção do presente que ainda pode ser evitada…

  7. Alemão disse:

    Meu amigo Gordomiro já dizia , guerra é guerra … pior é a guerra e longe é o céu ..

  8. Enquanto discutirmos a corrupção como crime exclusivamente de políticos, ela sempre existirá. A sociedade precisa entender que o corrupto não existe sem o corruptor. Ou o combate ocorre na raiz, ou esqueçamos o assunto de vez.

  9. César disse:

    Nâo mesmo se for a “filosofia” que só ensina Marx e outros, e ainda de forma superficial.
    Além disso, a base de tudo é a matemática. Essa sim é a verdadeira filosofia em que acredito. Como disse Galileu, foi a alfabeto com o qual Deus escreveu o mundo. De mais a mais, acho q tem o momento certo para ensinar
    filosofia (de verdade, não aquela verborragia ideológica) e acho q é necessário ter um mínimo de domínio do idioma nativo e das leis básicas da matemática primeiro.

  10. JOSE MELLO disse:

    NÃO CONHEÇO NENHUM MILITAR DOS TEMPOS DA DITADURA QUE TENHA FICADO RICO. NÃO É FÁCIL CONTROLAR TUDO, AINDA MAIS PARA OS MILITARES QUE NÃO TINHAM EXPERIÊNCIA DE GOVERNAR. PODE TER ACONTECIDO ALGUMA CORRUPÇÃO, MAS COM CERTEZA ERA DE CIVIL QUE POR SORTE NÃO FOI DESCOBERTO. MILITAR É HONESTO, DISCIPLINADO E TEM UM DEFEITO DE ENTREGAR O OUTRO. TANTO QUE NO INFERNO TÊM CALDEIRÕES COM VÁRIAS PROFISSÕES SENDO TODOS VIGIADOS POR DEMÔNIOS, MAS APENAS O CALDEIRÃO DOS MILITARES NÃO TEM NINGUÉM CUIDANDO, POIS UM ENTREGA O OUTRO QUANDO QUISER FUGIR. CHEGA DE REVANCHISMO. VOU PEDIR PARA O SENHOR SEU JUREMIR COMENTAR ALGUMA COISA SOBRE AUMENTO SALARIAL PARA OS MILITARES QUE ESTÃO EM UMA SITUAÇÃO CRÍTICA, POIS ESSA GERAÇÃO DE AGORA NÃO TEM CULPA DE NADA.

  11. luiz colorado disse:

    Engraçado. O brasileiro tem essa mania de se diminuir. Duvido que alguém, nos EUA ou na França, por exemplo, deixe de pagar gorjeta, desde o manobrador até o garçom e diversos serviços. Mas aqui no Brasil, chamam de corrupção; lá de oportunidade. O dia que aprendermos a nos valorizar, e ver claramente que grande povo somos, aí sim podemos estar livres desses ditadores esquizofrênicos.

  12. Marcos disse:

    Claro que é um humorista…ou é um DEMENTE!!! Não consegue nem ligar um neurônio ao outro e pensar que a mulher que recebeu choques nos seios pudesse ser sua mãe, sua filha, sua mulher…

  13. Marcos disse:

    PERFEITO, Marcus!

  14. Maria Luiza disse:

    Hii, deu chilique no filhote da ditadura …

  15. JOÃO ROBERTO disse:

    Juremir! Me considero cérebro de ervilha…hehehehe……já dizia Belchior….e eu sentado aqui na praça dando pipocas aos urubus…….hahahahah…… desde meus tempos de cadeiras escolares que escutava falar em Presidentes do regime militar…..após a abertura continuavam os livros e manchetes em jornais as referencias aos presidentes militares????????em outros países como Argentina, Chile e Uruguai o tratamento é de Generais ditadores…..por quê aqui é diferente? Por favor respondam rápido pois minha ervilha está inchando…senão vou para praça ao lado do Raul dar milho….ops…com o Zé……deixa para lá…….vou pescar.

  16. Remindo sauim disse:

    Em seu editorial de hoje, sobre o escândalo midiático do mensalão, finalmente o jornal Zero Hora, aqui de Porto Alere, descarta a acusação de Roberto Jefferson que iniciou o processo em 2005. Este mesmo veículo sustentou por 7 anos, em reportagens e notas de seus colunistas, esta mesma versão. Conclui-se que o editorialista leu a peça acusatória e nela não encontrou nada que sustentasse a acusação original. Neste mesmo editorial, desclassifica a acusação para caixa 2, que são os recursos não contabilizados pelo partido, neste caso nas eleições municipais de 2004, amplamente divulgado pelo próprio Partido dos Trabalhadores em 2005, e ignorados por este mesmo veículo. Estes recursos não contabilizados se referem a empréstimos feitos pelo PT para cumprir compromissos da campanha municipal de 2004 em todo o Brasil, com seus candidatos e partidos coligados. Note-se que todas estas transferências foram feitas dentro da lei e que na justiça eleitoral as contas desta campanha foram sancionadas pelo STE.

  17. Ivalino disse:

    Com certeza esse Filipe é um humorista. Está ironizando, fazendo humor negro… só pode. Do contrário, absolutamente não sabe o que está falando. Urgentemente procurar psiquiatra!!!

  18. Fernando disse:

    Raciocínio lógico e aprender a se expressar melhor são ambas habilidades desenvolvidas em aulas de filosofia.

  19. Álvaro disse:

    Éééhh, tem as viúvas da ditadura da direita, e as namoradinhas da ditadura da esquerda…ambos acham seus corruptos melhores que os do outro e se incomodam muuito com a liberdade de imprensa…

  20. niltitiozáo disse:

    Desculpe, César, o teu comentário está muito bom, mas filosofia é fundamental. Sem ela, não se admitiria um questionamento simples, como: Aprender para quê? Para ganhar mais dinheiro, ou para nos tornarmos pessoas melhores? Para tornar o mundo um espaço mais harmônico e melhor, ou para conquistar mercados?
    A educação, como processo formal, escolar, nasce da filosofia: democratizar o conhecimento e, também, aumentar a produção. Sempre foi e é utilizada, para diferentes fins: necessidades de produção, de mercado e, num sentido mais nobre, como elevação da condição humana. No desmantelamento da educação, iniciada no regime militar, como citas, Filosofia foi uma das disciplinas retiradas dos currículos. Penso que não podemos esquecer o passado, precisamos conhecê-lo em todas as suas nuances e esclarecê-lo para melhor compreendê-lo, sempre. Mas estou contigo quanto à educação, como prioridade do presente e do futuro. Educação já!

  21. Tiago disse:

    “As torturas e mortes foram um preço pequeno a se pagar para que puséssemos ser uma democracia hoje em dia…”

    Não, eu não li isso!

  22. Filipe disse:

    ah a Polícia Federal, mais uma instituição (entre as muitas) criadas pelos Governos Militares. As torturas e mortes foram um preço pequeno a se pagar para que puséssemos ser uma democracia hoje em dia…
    Queria saber quantos % dos que foram mortos eram coitadinhos, porque os que pegaram em armas para implantar uma ditadura de esquerda tinham mais é que morrer mesmo, em combate se morre, quem está na chuva é para se molhar.
    Mesma pergunta faço em relação aos torturados, quantos eram coitadinhos inocentes??? Duvido o hipócrita que vai defender os direitos humanos e impedir a tortura de um bandido que sequestrou alguém de sua família, sendo que o seu familiar ainda está em poder do resto do bando…

  23. INACIO disse:

    ALCINDO, SÓ PARA VOCE SABER, EU ESTOU VINCULADO A NENHUM PARTIDO POLITICO OU IDEOLOGIA, MAS TAMBÉM NAO SOU CEGO COMO VOCE. TODA PESSOA COM UM PINGO DE INTELIGENCIA E VISAO DAS COISAS, SABE QUE O LULISMO NAO É SANTO E SEUS SEGUIDORES, OU SAO DA CÚPULA, OU SAO CEGOS, COMO VOCE.

  24. César disse:

    Todo mundo sabe que a índole do povo brasileiro não é das melhores. Desde sempre houve corrupção. Basta ler os diários de Charles Darwin quando de sua passagem pelo Brasil. E é óbvio q não seriam os militares, feitos da mesma “farinha” que todos nós brasileiros, que iriam resolver esse problema. Concordo com muito do q foi dito n texto, mas tem mto político q disse q era diferente e no final das contas, sabemos o q são… O q eu acho mesmo é q não adianta ficar remoendo o passado, discutindo eternamente o nosso papel de vítima de uma conspiração internacional. Todos conhecemos nossos problemas. Acho que a corrupção só irá diminuir com melhor educação, q foi desmantelada durante o regime militar. Talvez esse tenha sido o maior crime deles. Ao invés de avançar, fizeram o país retroceder nessa matéria uns 200 anos. Comecem resolvendo o ensino fundamental. Vamos olhar para frente. Vamos discutir o presente e o futuro! Esses assuntos do passado podem ser importantes para alguns, mas não fazem o país avançar. Há q se olhar para frente. Infelizmente não há, por interesses óbvios, um único político q se preocupe em reformar o sistema educacional, q é onde está a resposta. Que se ensine matemática e português de forma rigorosa, e quiçá inglês, ou outra língua estrangeira de modo decente. A matemática é a chave para o pensamento lógico e o senso crítico. O português é a chave para interpretar problemas e saber se expressar de forma correta e coerente. E bem menos “filosofia ideologizante” barata, q ao invés de abrir a mente dos alunos, faz com que se tornem cada vez mais estreitos de raciocínio. O resto é balela para boi dormir. Educação já!

  25. Miguel disse:

    Coluna totalmente parcial mesmo!

  26. Alexandre disse:

    Juremir, pelo comentário acima, deu pra perceber que vc aceertou na mosca, os argumentos acabaram, e agora vem a agressão, bem típico dos defensores das ditaduras. Continue, vc está no caminho certo!
    E vamos continuar rindo com esse tipo de post, é engraçado mesmo.

  27. ALCINDO disse:

    Inácio, tu é cego e surdo ou te faz, sabe se que a Polícia Federal nunca prendeu tanto colarinho branco como nos últimos anos, embora o teu ídolo Gilmar Mendes esta la no STF para soltar todos que a PF prende é tu só fala no Lula e no PT, mas as notícias a meses só se fala e com gravações devidamente autorizadas só aparecem Pirillo, Demosgenes, Maia, Arruda, a roubalheira do rodo anel com serra, kassab, picolé de xuxu, o teu PSDBostas e Demos estão liderando a anos a corrupçãp no nosso pais.

  28. Carlos disse:

    Boa Juremir,Boa!!

  29. Remindo sauim disse:

    Os militares além de roubar nosso lindo dinheinho mataram milhares e torturaram outros milhares. A Rede Globo, Veja e Foha de S. Paulo os apoiaram em reportagens, dinheiro e bens materiais.

  30. Gunar disse:

    Corrupção existe em qualquer nível, público ou privado. Cabe usar-se a lei quando descoberto.
    Por isso acho estranho enaltecerem tanto o Grande Líder, quando ele na oposição, falava que era uma das coisas que iria combater. Viu-se o contrário quando assumiu o governo e ele coitado, nunca nada sabia. Aliás, continua a não saber, ainda mais tento apoio de tantos intelectuais…

  31. Vulmar disse:

    Não há justificativa para a corrupção que grassa nos três níveis de governo. Não vale a desculpa de que nos governos militares havia corrupção. Havia, sim, mas os órgãos de imprensa eram calados pela censura oficial e oficiosa. Hoje, felizmente, alguns órgãos de imprensa, jornalistas e blogs independentes, que parece não ser o seu caso, denunciam a corrupção com maior intensidade.

  32. ozorio disse:

    Eu até hoje não entendi, qual a função da receita federal no brasil, eu como assalariado, se não comprovar centavos por centavos na minha decalração do IR entro na malha fina, e esse pessoal que rouba milhões nada acontece, a receita nunca pega essa gente,qual o mistério?, o estado me deve os precatórios e não me paga, mas se eu atrasar o IPVA do meu veículo sou multado e o meu veículo é recolhido, esse é o BRASIL a lei é para a sub raças, ao qual eu me incluo.

  33. luiz disse:

    po cara teu fanatismo é doentio

  34. Nós que não somos intelectuais disse:

    Se todo mundo rouba, não é melhor entào diminuir o tamanho do Estado? A sociedade privada pode não ser moralmente superior, mas pelo menos os corruptos precisam competir no mercado?

  35. alex disse:

    VAI TE DEITAR SEU COMUNISTA……SÓ FALA DO QUE LHE INTERESSA……COLUNISTA PARCIAL E REVANCHISTA…..
    SO QUE ADORAS A FRANÇA NAO? ADORAS COMER E BEBER DO MELHOR NE?
    VA PARA CUBA, VE SE LÁ ELES PODEM VIAJAR?

    CANSEI DE LER SUA COLUNA PARCIAL E DEMAGOGA

  36. Nós que não somos intelectuais disse:

    Sempre houve muita corrupção no governo, enquanto esteve nas mãos dos conservadores e depois que os “progressistas” chegaram ao poder. O problema todo é que você, em uma história marcada pela corrupcção, defende posições políticas em que o Estado tem uma presença cada vez maior na economia e na vida dos cidadãos. Você não acha que é por isso que o mundo ficou mais liberal com o fim do socialismo real e com o enfraquecimento das utopias socialistas?

  37. Carlos Ribeiro disse:

    O Brasil nasceu e continua corrupto mais do que nunca! Ela está presente em todos os poderes da república e em toda a sociedade. Solução? Usando a linguagem da informática: só formatando o disco e começando tudo novamente…..mas se ficar alguma coisinha…..Como dizia aquela marchinha da época dos militares: esse é um país que vai pra frente quá, quá, quá, quá, quá…..

  38. Flavio BR disse:

    O passado é uma miragem… a corrupção continua endêmica e contamina em todos os níveis sociais. Se no presente os ¨coco¨ (corruptos e corruptores) não são enquadrados, remexer no passado é mera especulação histórica. Vale pelo registro.

  39. Dirceu Ruibasciki disse:

    Concordo com o Sr. Edson Vidal dos Santos, e na minha opinião até para estacionarmos o carro em lugares públicos temos que corromper o flanelinha para termos uma vaga preferencial

  40. Egídio disse:

    Nada de tolerância com a corrupção. Ela sempre existiu e sempre existirá. Maior ou menor depende do risco de punição. Devemos clamar para que haja punição ou pelo menos se saiba que o risco de existir punição exista. Que o crime não compense.

  41. Marcos disse:

    Pelo que vemos hoje, o aprendizado ficou para TODOS os partidos. Segue a roubalheira.
    att

  42. antonio disse:

    Bom dia ela pode sim ser combatida, porém todos desde o maior escalão até o mais simples, estão comprometidos. Vejam as CPI”s instaladas terminam sempre em marmelada, pq. todos estão com rabo preso, a Receita Federal infelizmente n. fiscaliza por falta de pessoal pois n. há interesse em aumentar o quadro para fiscalizar corruptos e desonestos e milionários nas suas mansões.

  43. INACIO disse:

    QUE EXISTIA CORRUPCAO NO REGIME MILITAR, TODO MUNDO JA SABIA. O QUE NAO SE PODE ADMITIR QUE O LULISMO CONTINUA NO MESMO PATAMAR, POIS SEMPRE PREGAVAM QUE ERAM O UNICO PARTIDO HONESTO. TAMBÉM NAO TENHO DUVIDA QUE EM CUBE O CORRUPCAO DA TURMA DO FIDEL É MUITO MAIOR QUE A CORRUPCAO NO BRASIL. TODO REGIME FECHADO É PARA BENEFICIAR OS SEUS COMPANHEIROS, EM DETRIMENTO DA SOCIEDADE.

  44. Ismael disse:

    Ninguém pensa realmente que não havia corrupção na ditadura. Talvez os mais fanáticos.

    A maioria é falsa mesmo ao falar isso, tudo para reforçar seu fraco e repetido lenga-lenga anti-esquerda.

    Quem quer acabar com algo e não construir não tem compromisso com verdade ou coerência, fala e inventa o que for preciso.

  45. EDSON VIDAL DE SOUZA disse:

    BOM DIA,A CORRUPÇÃO A MEU VER NÃO É INVENÇÃO E PRÁTICA DE NENHUM REGIME DE GOVERNO,ELA EXISTE DESDE NO SETOR PÚBLICO E PRIVADO,EM NOSSAS FAMÍLIAS ONDE INVOLUNTARIAMENTE CORROMPEMOS OS NOSSOS FILHOS QUE AO ATINGIR UM SUCESSO NAS SUAS ATIVIDADES ESCOLARES,DAMOS UM PRESENTE COMO SE ESTIVESSOS ADESTRANDO UM ANIMAL E NÃO EDUCANDO E PREPARANDO UMA PESSOA PARA GANHAR A VIDA OU O PRÓPRIO SUSTENTO.TAMBEM QUANDO VAMOS JANTAR EM UM RESTAURANTE,DEPOIS DE PAGAR A CONTA FAZEMOS QUESTÃO DE DEIXAR UMA GORJETA PARA O ATENDENTE,COMO SE NÃO FOSSE OBRIGAÇÃO E DO INTERESSE DELE ESTAR ALI PARA PRESTAR UM BOM ATENDIMENTO.PENSO ENTÃO QUE A CORRUPÇÃO É UM PROBLEMA CULTURAL E PESSOAL DE CADA CIDADÃO BRASILEIRO E NÃO DE CADA GOVERNO…

  46. Cancão de Fogo disse:

    Andando pelas Capitais e também Cidades do Interior do Brasil, costumamos nos deparar com residências magestosas, verdadeiros palácios; nas garagens carros últimos modelos, alguns importados. Procurem saber quem são os prósperos industriais, comerciantes, latifundiários. Vão se espantar em saber que pertencem ao político fulano de tal; ao funcionário público municipal, estadual ou federal; ao Juiz ou desembargador sicrano; ao encarregado de compras de determinada empresa pública ou privada. Bastava que o Imposto de Renda fizesse um levantamento para verificar a compatibilidade dos bens do cidadão com sua renda e heranças, porventura, recebidas (pouquíssimos casos) que, com certeza, irão descobrir toda a maracutaia. Portanto, de uma certa forma, é culpa da administração pública pela corrupção que grassa o País. Sigam o dinheiro… Já disse alguém com muita propriedade. No final da linha está o corrupto. Procedam com inteligência que chegarão aos corruptores.

  47. Álvaro disse:

    Quem ousaria duvidar que a corrupção rola solta há mais de 512 anos em nosso país? Alguns casos são de amplo conhecimento, outros nem tanto, muitos desconhecidos, daí a importância dos fatos “trazidos à tona” pelo grande Juremir, mas poucos foram julgados e nenhum foi condenado! Julgamento e punição à todos corruptos e corruptores, de todos os tempos! Difícil é aceitar a revolta de alguns com o início de um julgamento inédito na história do país. Mais difícil ainda é entender a idolatria destes “cidadãos” a alguns corruptos. Na minha ignorância acho que isso nunca antes na história desse país foi visto…

  48. Arthur Q. disse:

    Juremir, estudos recentes apontam para algo em torno de 0,25 a 0,3% do PIB como sendo o valor tomado pela corrupção brasileira. Ou seja, tendo-se como referência R$ 4,1 trilhões de PIB, o valor usurpado seria entre R$ 10,2 e R$ 12,5 bilhões. Se conseguíssemos capitalizar este dinheiro, programas sociais, como bolsa família, por exemplo, sofreriam um incremento de cerca de 20%.

    A corrupção tem diversas faces, contornos, aplicações e resgates. Porém, não tenho dúvidas de que uma das maiores e mais predatórias causas está no loteamento dos cargos públicos, nas negociatas envolvidas para que tal aconteça. Isto é, nos relacionamentos íntimos de legislativos e executivos, muitas vezes justificado pela busca de apoio e outras tantas pela simples proximidade com a riqueza fácil.

    Para mitigar a corrupção, somente com controle forte e extenuante da própria sociedade e com o devido poder de polícia, se legalmente fornecida. Os atuais métodos de controle não favorecem a diminuição, e a justiça brasileira é incapaz de julgar e mandar punir culpados, por razões que todos sabemos.

  49. Muito importante recordar que a corrupção não é um mal exclusivo da democracia.Esse tem sido o principal argumento, talvez o único, dos defensores de regimes autoritários. Parabéns.