Correio do Povo | Notícias | Filipe Catto se destaca no Prêmio Açorianos de Música

Porto Alegre

31ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 13 de Novembro de 2018

  • 10/05/2012
  • 00:30
  • Atualização: 00:47

Filipe Catto se destaca no Prêmio Açorianos de Música

Intérprete conquistou Disco do Ano e mais dois troféus em premiação no Theatro São Pedro

  • Comentários
  • Luiz Gonzaga Lopes/Correio do Povo

A noite do Prêmio Açorianos de Música, realizada nesta quarta-feira no Theatro São Pedro, foi de homenagens significativas a músicos vivos como Plauto Cruz, Luiz Carlos Borges, Banda Apocalypse, Conjunto Farroupilha e outros, além dos inesquecíveis como Elis Regina, pelos 30 anos sem ela. Mas também foi feito o reconhecimento à nova geração de intérpretes no Rio Grande do Sul com o prêmio de Disco do Ano em 2011 para o cantor Filipe Catto pelo álbum "Fôlego", que recebeu também o prêmio de Melhor Intérprete e Melhor Disco na categoria MPB.

A cerimônia teve duração de duas horas e meia e foi encerrada perto da 0h. "Estou literalmente sem fôlego. Cheguei agora na música e estou ganhando este prêmio por um projeto que mudou minha vida, concorrendo com pessoas que são minhas referências", celebrou um emocionado Filipe Catto, que havia recebido o Prêmio Revelação há dois anos no mesmo Açorianos de Música.

Confira a lista completa dos premiados:

DISCO DO ANO

"Fôlego", de Filipe Catto

CATEGORIA DVD

“Bloco na Rua” de Papas da Língua

CATEGORIA ESPETÁCULO

"Tãn Tãngo" de Hique Gomez

CATEGORIA DISCO INFANTIL

“Canções do Livro das Crianças Perdidas” de Cláudio Levitan

CATEGORIA ARRANJADOR

Angelo Primon e Richard Serraria por “Pampa Esquema Novo” de Richard Serraria

CATEGORIA PRODUTOR MUSICAL

Beto Callage e Carlos Badia por “Goodnight Kiss” de Delicatessen

CATEGORIA PROJETO GRÁFICO

Gustavo Demarchi por “The 25th Anniversary Box Set” de Apocalypse

CATEGORIA REVELAÇÃO

Sinuca de Bico por “Tá Todo Mundo Errado, Menos Eu”

HOMENAGEADO DO ANO

Conjunto Farroupilha pelo conjunto da obra

MENÇÕES ESPECIAIS

Banda Apocalypse - 25 anos

Galpão Crioulo – 30 anos

Luiz Carlos Borges – 50 anos de carreira

Luiz Osvaldo Leite – Representatividade histórica musical

Plauto Cruz – 60 anos de carreira

VENCEDORES POR CATEGORIAS

Gênero Regional

Compositor

- Airton Pimentel por “Léguas de Milongas”

Intérprete

- Joca Martins por “25 Anos”

Instrumentista

- Lucio Yanel por “Folclore Argentino”

Disco

- “# Buenas_2” de Buenas e M’espalho

Gênero Pop

Compositor

Tonho Crocco por “O Lado Brilhante da Lua”

Intérprete

Ana Krüger por “Goodnight Kiss” de Delicatessen

Instrumentista

Gambona por “Bourbon Blues” de Gambona e Ale Ravanello

Disco

“O Lado Brilhante da Lua” de Tonho Crocco

Gênero MPB

Compositor

Jerônimo Jardim por “De Viva Voz”

Intérprete

Filipe Catto por “Fôlego”

Instrumentista

Maurício Nader por “Tá Todo Mundo Errado, Menos Eu” de Sinuca de Bico

Disco

“Fôlego” de Filipe Catto

Gênero Instrumental

Compositor

Paulinho Supekovia por “Imagens”

Instrumentista

Adolfo Almeida Jr por “Música Pra Ouvir Sentado” de Arthur de Faria e Seu Conjunto

Disco

“Imagens” de Paulinho Supekovia

Gênero Erudito

Compositor

Vagner Cunha por “Mahavidyas”

Intérprete

Fernando Cordella por “Cravos, de Frescobaldi a Mozart”

Instrumentista

Cristina Capparelli e Ney Fialkow por “Mahavidyas” de Vagner Cunha

Disco

“Mahavidyas” de Vagner Cunha

Bookmark and Share