Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
14ºC
Amanhã
14º


Faça sua Busca


Arte & Agenda > Variedades

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/05/2014 19:30 - Atualizado em 09/05/2014 19:40

Mostra de Sebastião Salgado fica até domingo em Porto Alegre

Obra do renomado fotógrafo pode ser vista na Usina do Gasômetro

Obra do renomado fotógrafo pode ser vista na Usina do Gasômetro<br /><b>Crédito: </b> Anselmo Cunha/PMPA/Divulgação CP
Obra do renomado fotógrafo pode ser vista na Usina do Gasômetro
Crédito: Anselmo Cunha/PMPA/Divulgação CP
Obra do renomado fotógrafo pode ser vista na Usina do Gasômetro
Crédito: Anselmo Cunha/PMPA/Divulgação CP

Os porto-alegrenses têm até este domingo para ver a exposição Genesis, do fotógrafo Sebastião Salgado. A mostra, que está em cartaz na Usina do Gasômetro (avenida João Goulart, 551), é resultado de oito anos de trabalho nos locais mais remotos do planeta. Composta de 250 fotos, a mostra tem curadoria e projeto de Lélia Salgado. O horário de visitação é das 10h às 21h no fim de semana.

A jornada para a composição de Genesis, que foi inaugurada no Museu de História Natural de Londres, começou em 2004 e durou até 2012. Salgado realizou 30 viagens utilizando aviões de pequeno porte, helicópteros, barcos e canoas para atingir os pontos mais “virgens” da ação humana. Consagrado pelas exposições Trabalhadores (1986-1992) e Êxodos (1994-1999), o fotojornalista mantém na nova mostra sua característica mais marcante: as imagens em preto e branco, aguçando as texturas e os contrastes. Gênesis é organizada em cinco seções, priorizando os diferentes ecossistemas visitados.

Planeta Sul - Nesta seção, Salgado mostra as paisagens da Antártica, englobando a Península Valdés, as Ilhas Malvinas, o arquipélago Diego Ramirez e as Ilhas Sandwich. O mundo gelado da parte meridional da Terra serve de habitat para pinguins, leões marinhos, baleias, albatrozes, pétreis-gigantes e cormorões.

Santuários - Enfoca lugares como as Ilhas Galápagos, Nova Guiné, Sumatra e Madagascar. Paisagens vulcânicas, populações anciãs e a peculiaridade da fauna intocada dão o tom da amostra.

África - As imagens capturam a vida selvagem do continente em países como Botswana, Ruanda, Congo e Uganda. Tribos da Etiópia e do Deserto Kalahari. Nessa seção, também são temas os desertos da Líbia e da Nigéria.

Terras do Norte - Mostra o extremo Norte da América e da Rússia. Além dos ursos polares, se destacam os registros da tribo Nenet, no Norte da Sibéria, que resiste às mais baixas temperaturas do planeta.

Amazônia e Pantanal - Apresenta a diversidade biológica dos trópicos. Além da flora e da fauna exuberantes, Salgado registra tribos isoladas, do Pantanal à região do Rio Xingu.

Sebastião Salgado nasceu em 8 de fevereiro de 1944, na vila de Conceição do Capim, distrito do município brasileiro de Aimorés, no interior do Estado de Minas Gerais. Em 1963, foi para a Universidade de São Paulo. Fotógrafo de referência internacional, recebeu praticamente todos os principais prêmios de fotografia do mundo como reconhecimento por seu trabalho. Em 1994, fundou a própria agência de notícias, "As Imagens da Amazônia", que representa o fotógrafo e seu trabalho. Salgado e sua esposa, Lélia Wanick Salgado, autora do projeto gráfico da maioria de seus livros, vivem atualmente em Paris. O casal tem dois filhos.


Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.