Correio do Povo

Porto Alegre, 25 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
7ºC
Amanhã
17º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Inter

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

16/02/2014 15:53 - Atualizado em 16/02/2014 16:18

Técnico do Inter valoriza importância tática de Rafael Moura

Camisa 11 marcou dois gols na vitória sobre o Caxias

Rafael Moura marcou dois gols na vitória sobre o Caxias <br /><b>Crédito: </b> André Ávila
Rafael Moura marcou dois gols na vitória sobre o Caxias
Crédito: André Ávila
Rafael Moura marcou dois gols na vitória sobre o Caxias
Crédito: André Ávila

São três gols em quatro jogos e boas atuações com a camisa do Inter nesta temporada. Rafael Moura vem chamando a atenção em 2014, o que para o técnico Abel Braga não pode ser tratado como surpresa. O camisa 11 é jogador da sua confiança. Confiança que existe desde a última passagem de ambos pelo Fluminense.

Abel fez questão de elogiar o centroavante colorado após a vitória do Inter sobre o Caxias, na noite desse sábado, que contou com dois gols de Rafael Moura. O fato de o Inter ter tido um 2013 difícil é, segundo o comandante colorado, uma das explicações para que ele não tenha rendido o esperado.

"(Rafael Moura) é um jogador que eu conheço, trabalhei com ele em outro clube (no Fluminense), é excepcional de grupo. Sei a resposta que pode me dar. Ano passado o grupo do Inter passou por um momento difícil, para quem não era titular a situação ficou mais complicada. Mas é deixar ele seguir um pouquinho, vai render mais", disse o treinador, em entrevista coletiva.

Abel ainda valorizou a importância tática de Rafael Moura, antes de lembrar do duelo contra o Cruzeiro, quando o camisa 11 mostrou insatisfação com parte da torcida que o xingava e elogia o centroavante mais uma vez. "Em todas as minhas equipes eu jogo com jogador de área. Taticamente está sendo perfeito. Ele sabe exatamente como eu gosto, o que a gente está acostumado a fazer. Ele começa a criar essa identidade. Não foi feliz naquele jogo (diante do Cruzeiro) em que fez o gol, mas o que ele quer é ajudar a gente. É um jogador totalmente alheio à vaidade."

Rafael Moura somou três finalizações diante do Caxias, sendo duas certas, três desarmes corretos, um cruzamento errado, 23 passes, sendo apenas dois errados e fechou o jogo com 0'52 de posse de bola.

Bookmark and Share


Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.