Porto Alegre, sábado, 20 de Dezembro de 2014

  • 16/06/2011
  • 07:12
  • Atualização: 13:40

Condomínio da Capital é alvo de ação do Denarc contra o tráfico

Operação foi deflagrada hoje em Porto Alegre e Canoas

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

O Departamento de Investigação do Narcotráfico (Denarc) realiza operação, na manhã desta quinta-feira, para coibir o tráfico de drogas na Região Metropolitana. São cumpridos três mandados de prisão e 24 de busca e apreensão em Porto Alegre e em Canoas. Um dos locais revistados é o condomínio Princesa Isabel, na avenida com mesmo nome na Capital. No local, já foram presas quatro pessoas.

Esse prédio de apartamentos é dominado por uma quadrilha, liderada por um homem conhecido como Xandão. “Os moradores estavam sendo oprimidos nesse condomínio popular. O tráfico se apropriou de vários imóveis e dificultava até mesmo a entrada das pessoas. Elas eram identificadas pelos traficantes. Tinham que dizer para onde iam e o que iriam fazer. Nós tivemos dificuldade de colocar policiais disfarçados para colher informação”, disse o delegado Heliomar Franco.

O condomínio já havia sido alvo de outras ações da polícia. A última delas ocorreu no início do mês, quando a Brigada Militar localizou pedras de crack e prendeu cinco pessoas. Ao longo de quatro meses de investigação, foram apreendidos 3,5 kg de maconha, mas a polícia pretende localizar uma quantidade maior durante a operação desta quinta.

Segundo o Denarc, Xandão mora em uma mansão, bem protegida, em Canoas. O local foi revistado hoje, mas o financiador da droga não foi encontrado. A polícia prendeu duas pessoas no imóvel e apreendeu vários bens do criminoso. No entanto, uma caminhonete que ele comprou a vista por R$ 130 mil, não foi localizada.

Os agentes também fazem ação na Vila Planetário – onde foram presas três pessoas. Na casa de uma delas, foi encontrada uma caixa de sapatos cheia de dinheiro trocado e agulhas, que seriam usadas para aplicação de drogas injetáveis. Os bairros Intercap e Menino Deus também são alvos da ação.

Em Canoas, o objetivo é desbaratar dois pontos de drogas e ainda prender o líder do grupo criminoso que atua no condomínio. Participam da operação 180 agentes em 50 viaturas. O Denarc conta com o apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE).


Bookmark and Share


TAGS » Operação, Polícia