Correio do Povo

Porto Alegre, 18 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
25ºC
Amanhã
16º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Geral > Educação

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

15/04/2012 22:22 - Atualizado em 16/04/2012 07:14

FDRH descarta hipótese de anular concurso do Magistério

Prova de Educação Física foi trocada pela de Língua Portuguesa em Uruguaiana

Prova de Educação Física foi trocado pela de Língua Portuguesa em Uruguaiana<br /><b>Crédito: </b> Cláudio Fachel / Palácio Piratini / CP
Prova de Educação Física foi trocado pela de Língua Portuguesa em Uruguaiana
Crédito: Cláudio Fachel / Palácio Piratini / CP
Prova de Educação Física foi trocado pela de Língua Portuguesa em Uruguaiana
Crédito: Cláudio Fachel / Palácio Piratini / CP

O concurso público para o Magistério Estadual, realizado neste domingo em 30 cidades gaúchas, registrou problemas em algumas localidades. O maior transtorno foi em Uruguaiana, com a troca da prova de Educação Física por Língua Portuguesa, em três turmas. Apesar dessa e de outras dificuldades pontuais, como falta ou sobra de algumas provas, o diretor-presidente da Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos
(FDRH), Jorge Branco, afirmou não trabalhar com a hipótese de anulação do concurso.

No caso de Uruguaiana, cerca de 100 pessoas resolveram não fazer o exame e registraram queixa na polícia. O caso será analisado pelo titular da 1ª Delegacia de Polícia (DP), Gustavo Arais. A organização do concurso propôs aos prejudicados a possibilidade de realizar uma cópia da prova, mas eles se negaram.

Pela complexidade do processo seletivo (68 provas e 131 habilitações), Branco diz que estavam previstos impasses. Ele destacou ainda que a instituição está recebendo as atas de todas as turmas em que foram aplicadas as provas. Ressaltou também que, a partir de agora, os trâmites do concurso permanecem os mesmos, incluindo a possibilidade de recursos.

A organização da FDRH mobilizou 6,8 mil pessoas. As 10 mil vagas em 153 escolas de todo o Estado são disputadas por 69,6 mil candidatos (85% deles do sexo feminino). As provas terminaram às 18h deste domingo. O gabarito será divulgado na próxima quinta-feira. Do total de inscritos, quase 85% são do sexo feminino. Segundo o secretário estadual da Educação, José Clóvis de Azevedo, a homologação acontece em julho e as contratações começam em agosto. Antes de assumir, os candidatos aprovados no concurso passarão por um curso de atualização.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.