Porto Alegre

33ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 16 de Dezembro de 2017

  • 13/08/2012
  • 17:00
  • Atualização: 17:02

Falta de ônibus prejudica estudantes da Uergs de Montenegro

Empresa que fazia trajeto na região Metropolitana suspendeu último horário do coletivo em função de prejuízos

  • Comentários
  • Cláudio Isaías / Correio do Povo

Os estudantes da unidade de Montenegro da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) vivem um drama: a falta de ônibus para retornar a Porto Alegre e para cidades de região Metropolitana. No semestre passado, a empresa Viação Montenegro decidiu suspender o horário das 22h40min em função do número reduzido de passageiros.

De acordo com a professora Mariane Rotter, coordenadora da Área de Artes Visuais, com a suspensão do horário noturno os estudantes e os docentes optaram pelo aluguel de uma van. “O semestre dos alunos não pode ser prejudicado pela falta de ônibus”, ressaltou. Segundo Mariane, cerca de 30 alunos dos cursos de Artes Visuais, Teatro, Dança e Música do campus Montenegro utilizavam o ônibus da empresa no semestre passado. “Como um grupo de alunos decidiu morar na cidade, houve uma redução no número de passageiros. Agora não precisavam acabar com o horário noturno”, comentou.

O gerente operacional da Viação Montenegro, Júlio Hoerlle, disse que a suspensão da linha à noite ocorreu em função do prejuízo da empresa. “O retorno da universidade ocorria apenas com 11 alunos e por este motivo fomos obrigados a suspender o horário”, acrescentou. Segundo ele, a empresa apresentou a direção da Uergs a proposta de que as aulas terminassem às 22h05min, o que não foi aceito pela universidade. Conforme Hoerlle, a empresa está aberta a negociações.

O reitor da Uergs, Fernando Guaragna, informou que a instituição vai tentar negociar com a empresa a manutenção do horário para o próximo semestre. “Não podemos obrigar ninguém a operar no prejuízo, mas vamos tentar sensibilizar a empresa”, acrescentou. Conforme Guaragna, está previsto no orçamento deste ano da universidade a destinação de 750 bolsas para estudantes carentes no valor de R$ 250,00. “A quantia poderá ser utilizada pelo aluno para custear despesas com alimentação ou transporte. Segundo ele, está previsto a destinação de 32 bolsas para o campus Montenegro o que poderá resolver o problema de transporte dos estudantes. “Vamos esperar o começo do semestre para realizarmos o cadastramento dos alunos carentes”, acrescentou.

Bookmark and Share