Correio do Povo

Porto Alegre, 2 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
14ºC
Amanhã
14º 22º


Faça sua Busca


Notícias > Política

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/01/2014 18:34 - Atualizado em 09/01/2014 23:25

Governo já tinha conhecimento das denúncias de irregularidade

Chefe da Casa Civil, Carlos Pestana descartou mudança no comando da Secretaria de Obras

Pestana concedeu entrevista coletiva<br /><b>Crédito: </b> Alina Souza / Palácio Piratini / CP
Pestana concedeu entrevista coletiva
Crédito: Alina Souza / Palácio Piratini / CP
Pestana concedeu entrevista coletiva
Crédito: Alina Souza / Palácio Piratini / CP

O chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, afirmou, em entrevista coletiva, que o governo já tinha conhecimento das investigações de irregularidades contidas na Operação Kilowatt, deflagrada nesta quinta-feira. Segundo ele, a denúncia foi feita ao gabinete do governador Tarso Genro que repassou para apuração do Departamento Estadual de Prevenção à Corrupção (Degecor). “A Casa Civil e o gabinete do governador tiveram acesso às denúncias há um tempo atrás. Encaminhamos para o Degecor e foram feitas as apurações. Como a denúncia se confirmou, foi passada para a Polícia Civil”, relatou. Pestana confirmou que a Contadoria e Auditoria-Geral do Estado (Cage) trabalhou para auxiliar na identificação da quadrilha.

• Notícias sobre a Operação Kilowatt

Ao ser comunicado da operação policial, o governador Tarso Genro determinou afastamento imediato de todos envolvidos. “O combate a corrupção é, desde o início da gestão, uma diretriz deste governo. Sempre tivemos a convicção de que o Degecor era importante e que quando assumimos sabíamos que enfrentaríamos situações como essa.”

Pestana não descartou que outras irregularidades venham à tona nos próximos meses: “Sim, existem outras denúncias na administração que chegaram a nós e que estão sendo apuradas, mas não sabemos quando serão concluídas”, revelou. A partir dos fatos apurados pela Polícia, o Piratini tentará aprimorar os procedimentos de controle contra corrupção, que além do Degecor ainda tem a Subchefia de Ética e Transparência.

Descartada mudança imediata no comando da Secretaria de Obras

O chefe da Casa Civil declarou que não haverá mudanças imediatas no comando da Secretaria de Obras, foco da operação. “Não há nenhum motivo para trocar o secretário Busato agora. A Polícia Civil foi muito clara quando disse que em nenhum momento das investigações apareceram envolvimentos com o secretário. O PTB deve permanecer com a secretaria mesmo após a mudança do secretariado”, afirmou.

Pestana declarou que acredita que o PTB também tem total interesse no combate a corrupção. “Não podemos confundir as ações de pessoas com filiação partidária com as ações do partido em si. Nenhum partido está imune a ação de seus filiados”, concluiu.

Bookmark and Share

Fonte: Iuri Ramos / Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.