Porto Alegre, terça-feira, 23 de Dezembro de 2014

  • 27/01/2014
  • 08:43
  • Atualização: 09:07

Pais de vítimas da Kiss fazem caminhada para mostrar indignação com MP

Grupo protesta por prefeito Cezar Schirmer não ter sido indiciado no processo do incêndio da boate

  • Comentários
  • Correio do Povo

Depois da vigília realizada na madrugada desta segunda-feira, um grupo de pais das vítimas da tragédia da Kiss faz uma caminhada desde o local em que funcionava a boate até a sede do Ministério Público (MP) de Santa Maria. O objetivo é mostrar a indignação pelo fato do órgão não ter indiciado prefeito do município, Cezar Schirmer, no processo do incêndio da casa noturna.

Umas das participantes da caminhada, Carina Corrêa, mãe de Thanise Corrêa, que morreu aos 18 anos na noite do incêndio, afirmou que eles não têm objetivo de se reunir com representantes do Ministério Público. Segundo ela, o grupo de pais apenas quer ficar em silêncio em frente à sede do MP como forma de protesto.

Durante a caminhada, o grupo de cerca de 100 pessoas parou no Centro da cidade, onde todos sentaram ao chão em frente à Praça Saldanha Marinho, que fica próxima ao gabinete do prefeito Cezar Schirmer. Ainda durante a vigília da madrugada, pelo menos duas pessoas passaram mal e tiveram que ser socorridas em ambulâncias.

Com informações dos reportéres Danton Júnior e Renato Oliveira.

Bookmark and Share