Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
11ºC
Amanhã
15º 21º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

28/01/2014 07:31 - Atualizado em 28/01/2014 07:34

Primeiro-ministro da Ucrânia renuncia para acalmar protestos

Mykola Azarov tomou medida para tentar resolver a crise no país

Primeiro-ministro da Ucrânia renuncia para acalmar protestos<br /><b>Crédito: </b> Sergei Supinski / AFP / CP
Primeiro-ministro da Ucrânia renuncia para acalmar protestos
Crédito: Sergei Supinski / AFP / CP
Primeiro-ministro da Ucrânia renuncia para acalmar protestos
Crédito: Sergei Supinski / AFP / CP

O primeiro-ministro da Ucrânia, Mykola Azarov, apresentou nesta terça a renúncia ao cargo, em uma tentativa de resolver a crise no país depois de dois meses de protestos. "Tomei a decisão pessoal de solicitar ao presidente da Ucrânia que aceite minha demissão do cargo de primeiro-ministro, com o objetivo de propiciar mais possibilidades de um compromisso político para resolver o conflito pacificamente", afirmou em um comunicado.

"Hoje, o mais importante é preservar a unidade e a integridade da Ucrânia. Isto é muito mais importante que qualquer planou ou ambição pessoal. Por isto, tomei esta decisão", completou. Azarov anunciou a renúncia no momento de uma sessão especial do Parlamento em Kiev, que pretende debater uma solução para a crise iniciada há dois meses, quando o governo se negou a assinar um acordo de associação com a UE, para uma aproximação com a Rússia.

Entre as medidas que devem ser abordadas pelo Parlamento está o fim das medidas rígidas contra os protestos, que provocaram a revolta dos opositores. Os deputados suspenderam a sessão pouco depois do início para um debate sobre a agenda do dia.

Bookmark and Share

Fonte: AFP






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.