Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 29/01/2014
  • 12:27
  • Atualização: 12:31

Empresas de ônibus entrarão com ação de ilegalidade da greve

Seopa alegou descumprimento de decisão do Tribunal Regional do Trabalho

  • Comentários
  • Correio do Povo

O Sindicato das Empresas de Ônibus (Seopa) de Porto Alegre emitiu comunicado no início da tarde informando que entrará ainda nesta quarta-feira com uma ação de declaração de abusividade e ilegalidade da greve dos rodoviários. O motivo é o descumprimento por parte da categoria da determinação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de circulação de 70% da frota nos horários de pico.

• Sindicato dos Rodoviários descarta circulação de ônibus em passe livre
• Greve dos ônibus gera congestionamentos em avenidas da Capital

De acordo com a Seopa, “alguns rodoviários compareceram às garagens dispostos a realizar suas atividades, mas foram impedidos por membros do sindicato da classe trabalhadora”. Na nota, a entidade ainda garante que está à disposição para novas negociações com os trabalhadores.

Os rodoviários iniciaram greve na segunda-feira. Nos primeiros dois dias, 30% dos ônibus circularam na Capital. No entanto, após a determinação do TRT de circulação de 70%, eles optaram pela paralisação total nesta quarta.

Bookmark and Share