Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

  • 05/02/2014
  • 17:52

Rodoviários garantem manter a greve, mesmo com corte nos salários

Adiantamento de 40% pago por algumas empresas no próximo dia 20 também já terá corte dos dias parados

Adiantamento de 40% pago por algumas empresas no próximo dia 20 também já terá corte dos dias parados | Foto: Ricardo Giusti / CP Memória

Adiantamento de 40% pago por algumas empresas no próximo dia 20 também já terá corte dos dias parados | Foto: Ricardo Giusti / CP Memória

  • Comentários
  • Samantha Klein/Rádio Guaíba

No décimo dia de paralisação dos rodoviários da Capital, alguns trabalhadores tentaram voltar ao trabalho depois que o sindicato patronal divulgou estar analisando a demissão de parte dos grevistas, nesta quarta-feira. O pagamento dos salários referentes a janeiro nesta quinta-feira já vão ter redução por causa dos dias paralisados. O adiantamento de 40% pago por algumas empresas no próximo dia 20 também já terá corte dos dias parados.

Nessa manhã, 11 coletivos do consórcio STS deixaram as garagens, mas tiveram de retornar devido à depredação de um ônibus. Já na garagem da Sopal, na zona Norte, os funcionários foram impedidos de bater o ponto hoje à tarde. A alegação é de que o limite para confirmar presença era até as 15h. Os rodoviários dizem, ainda assim, que enquanto as reivindicações não forem atendidas, a greve prossegue.

Integrante da comissão de greve, Alceu Weber disse que os funcionários foram coagidos a retornar ao trabalho durante a madrugada. “Essa tentativa de atribuir a informação de que há motoristas tentando voltar é uma falácia. Os empresários mandaram uma série de mensagens ameaçando os funcionários, mas só os mais novatos caem nessa”, sustenta.

Bookmark and Share