Porto Alegre, sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

  • 19/02/2014
  • 10:16
  • Atualização: 11:07

Presidente ucraniano declara luto nacional para amanhã

Pelo menos 25 pessoas morreram nos confrontos entre manifestantes e polícia

Pelo menos 25 pessoas morreram nos confrontos  | Foto: Genya Savilov / AFP / CP

Pelo menos 25 pessoas morreram nos confrontos | Foto: Genya Savilov / AFP / CP

  • Comentários
  • Agência Brasil

O presidente da Ucrânia, Viktor Yanukóvich, declarou nesta quarta-feira um dia de luto nacional para esta quinta, em memória à morte de pelo menos 25 pessoas vítimas dos confrontos de terça-feira entre polícia e manifestantes. Yanukóvich assinou um decreto anunciando o luto e o relacionou à perda de vidas causada pela desordem, segundo informou o comunicado da Presidência.

• Papa Francisco faz apelo para fim da violência na Ucrânia
• Países reagem à violência na Ucrânia e ameaçam impor sanções
• Crise na Ucrânia muda local de jogo da Liga Europa

De acordo com o decreto, no luto nacional as bandeiras dos edifícios oficiais devem ser hasteadas a meio mastro e todos os espetáculos e as competições desportivas devem ser anulados.

Além das 25 mortes, mais de 200 pessoas ficaram feridas nos confrontos de ontem na capital do país, Kiev, segundo autoridades ucranianas. A crise política no país começou no final de novembro quando milhares de pessoas saíram às ruas para protestar contra a decisão do presidente de suspender os preparativos para assinatura de um acordo de associação com a União Europeia e de reforçar os laços com a Rússia.





Bookmark and Share