Porto Alegre, quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

  • 05/03/2014
  • 23:32
  • Atualização: 23:53

Dilma discute crise com PMDB em reunião com com Lula no Alvorada

Avaliação de cúpula petista é que presidente deve ser “política” e evitar confrontos com aliados

Dilma se reúne com Lula no Alvorada | Foto: Ricardo Stucker / Instituto Lula / CP

Dilma se reúne com Lula no Alvorada | Foto: Ricardo Stucker / Instituto Lula / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Em meio ao agravamento da crise com o PMDB, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou nesta quarta-feira em Brasília e se reuniu com a presidente Dilma Rousseff, na tentativa de soldar a aliança para a campanha da reeleição. Lula e a cúpula do PT avaliam que Dilma deve ser “política” e não entrar em novo confronto com a ala do PMDB representada pelo líder do partido na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), para evitar mais problemas no Congresso e na campanha.

Embora o encontro de Dilma e Lula já estivesse marcado antes de Cunha pregar o rompimento da parceria com o PT, a ofensiva do deputado causou preocupação no governo. O presidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), já havia dito que a situação está ficando “insustentável” e cobrado uma solução para a empacada reforma ministerial.

No Palácio do Planalto, Cunha é visto como “imprevisível” e capaz não apenas de fazer bravatas como de pôr a reedição da dobradinha com o PMDB em risco. Além de Lula, toda a coordenação da campanha petista se reuniu com a presidente, no Palácio da Alvorada. Atacado por Cunha em sua página do Twitter, o presidente do PT, Rui Falcão, foi um dos primeiros a chegar. O marqueteiro João Santana, o jornalista Franklin Martins, que coordenará a comunicação do comitê, o tesoureiro Edinho Silva, o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e o chefe de gabinete de Dilma, Giles Azevedo, também participaram do encontro.

Bookmark and Share