Porto Alegre, sábado, 22 de Novembro de 2014

  • 13/03/2014
  • 22:30
  • Atualização: 22:41

Polícia prende 30 manifestantes em Caracas

Grupo havia bloqueado uma avenida e lançado um coquetel molotov na capital da Venezuela

Polícia Nacional prende 30 manifestantes em Caracas | Foto: Leo Ramirez / AFP / CP

Polícia Nacional prende 30 manifestantes em Caracas | Foto: Leo Ramirez / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

Ao menos 30 manifestantes, a maioria jovens, foram detidos pela Polícia Nacional nesta quinta-feira no leste de Caracas, quando levantavam barricadas em uma avenida, no 31º dia de protestos contra o governo do presidente Nicolás Maduro. 

As detenções ocorreram quando o grupo, que havia bloqueado uma avenida junto à Praça Altamira, tentava negociar com os policiais e um desconhecido lançou um coquetel molotov. Os policiais, que estavam de motocicleta, reagiram com bombas de gás lacrimogêneo e foram alvo de uma enxurrada de pedras, antes que fizessem as detenções.

Ao menos 30 jovens foram detidos, em meio a gritos e empurrões. Os detidos foram levados de motocicleta, em uma operação que durou menos de 20 minutos, enquanto cerca de 200 manifestantes fugiam pelas ruas em torno da Praça Altamira.

Há um mês – após a explosão dos protestos na Venezuela – jovens fecham quase diariamente a zona da Praça Altamira, no município de Chacaco, feudo da oposição e palco de confrontos entre manifestantes e as forças da ordem. A onda de protestos que sacode a Venezuela, iniciada em 4 de fevereiro passado por estudantes de San Cristóbal contra a falta de segurança, já deixou 28 mortos, 365 feridos e centenas de detidos.

Bookmark and Share


TAGS » Venezuela, Protesto