Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 14/03/2014
  • 12:41
  • Atualização: 12:50

Manifestantes ateiam fogo em caminhão em protesto em São Paulo

Polícia Militar afirma que cerca de 100 pessoas invadiram Ceagesp

  • Comentários
  • AE

Manifestantes contrários à cobrança de estacionamento na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais do Estado de São Paulo (Ceagesp), na Zona Oeste da capital paulista, atearam fogo em caixas de frutas, caçambas e em ao menos um caminhão no pátio do entreposto na manhã desta sexta-feira. Segundo a Polícia Militar, cerca de 100 pessoas invadiram a área interna por volta das 11h15min e impedem a passagem em um dos portões.

Por volta do meio-dia, a Marginal do Pinheiros somava quase 1 quilômetro de congestionamento nas proximidades da Ceagesp, entre a Avenida Alexandre Mackenzie e a Ponte do Jaguaré. Segundo a CET, ainda não há interdição de vias no momento.

A cobrança de estacionamento no Ceagesp, maior entreposto comercial de alimentos da América Latina, começou na quinta-feira e desagradou aos comerciantes e frequentadores. Pelas novas regras, a permanência de automóveis e utilitários por uma hora será de R$ 6. A taxa aumenta progressivamente até R$ 50, acima de 10 horas. Motos pagam uma diária de R$ 2.

Caminhões de dois eixos terão tarifa de R$ 4 para até 4 horas, com o máximo de R$ 50 acima de 10 horas. As tarifas de caminhões de três a seis eixos começam em R$ 5, para 4 horas, e vão até R$ 60, acima de 10 horas. Aos sábados e domingos, o preço único para quem vai ao Varejão é de R$ 4.

A Ceagesp argumenta que a cobrança visa financiar a modernização da unidade, além de "disciplinar" o fluxo de veículos, evitando que caminhões ocupem vagas por dias.

Bookmark and Share