Correio do Povo

Porto Alegre, 2 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
19º 28º


Faça sua Busca


Notícias > Rural

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

14/03/2014 21:21

Expodireto recorde movimenta R$ 3 bilhões em negócios

Balanço dos cinco dias da feira de Não-Me-Toque foi apresentado nesta sexta-feira

Mais uma vez os números da Expodireto Cotrijal surpreenderam os organizadores. Segundo o presidente Nei Mânica, os negócios chegaram a R$ 3,2 bilhões, 27% superior a 2013. O dirigente faz questão de salientar que são propostas protocoladas nas 12 instituições financeiras e bancos de fábrica. “Nem todo esse volume poderá se concretizar mas, em contrapartida, certamente muitos negócios não protocolados serão firmados após a feira.” Desse volume, R$ 2,35 bilhões referem-se a pedidos encaminhados junto aos bancos, superando em 35% o valor do ano passado. Recorde também na Pavilhão Internacional, que dobrou as negociações, chegando a R$ 417 milhões. E na agricultura familiar, que faturou R$ 813 mil.

Em relação a negócios, o presidente ressaltou uma negociação feita entre países presentes na feira, uma novidade registrada no Pavilhão Internacional, que não foi contabilizada no volume total de negócios. “Uma trading uruguaia fechou um negócio de 154 milhões de dólares em soja argentina com representantes do Irã. Isso é mais uma prova da importância da feira em nível internacional”, ressaltou Mânica.

O público também superou em 5% os visitantes da 14ª edição: 235 mil pessoas passaram pelos portões do Parque da Expodireto Cotrijal nos cinco dias de feira.

Para o presidente da Cotrijal, o bom momento da safra de soja, aliado ao fato de ser um ano de eleições e de Copa do Mundo, contribuíram para o volume expressivo de negócios. “Em vista destes dois acontecimentos – Copa o Mundo e eleições, muitos produtores resolveram aproveitar este momento para realizar seus negócios, uma vez que certamente o quadro da economia deverá passar por mudanças em breve”, destacou. Mânica também apontou os segmentos de armazenagem e irrigação como propulsores de vendas. “A venda de máquinas e equipamentos ainda foi a mais expressiva, mas estes dois setores registraram um incentivo de comercialização muito grande”.

A visita do vice-presidente da República Michel Temer e a presença de lideranças políticas de todas as esferas reforçou a ideia do presidente da Cotrijal de que a feira vem mudando um comportamento de anos atrás. “Antigamente, tínhamos que ir atrás, pedir muito e às vezes até implorar para que visitassem nosso evento e ouvissem nossas reivindicações. Hoje os políticos estão indo atrás dos representantes do setor para buscar alternativas às nossas demandas”, comemora Mânica.

A edição de 2015, que já tem data: de 9 a 13 de março.

Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo





» Tags:Rural Economia

O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.