Correio do Povo

Porto Alegre, 2 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
14º 22º


Faça sua Busca


Notícias > Ensino

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

17/03/2014 08:09 - Atualizado em 17/03/2014 08:20

Paralisação é começo de “grande mobilização”, anuncia Cpers

Professores estaduais decidiram parar por três dias

A segunda-feira marca o início dos três dias de greve dos professores estaduais, conforme decisão em assembleia na sexta. A presidente do Cpers-sindicato, Rejane de Oliveira, afirmou que os três dias parados são apenas o começo de uma grande mobilização. “A categoria decidiu em assembleia geral. Esse é o primeiro passo de muitas outras mobilizações porque a ideia é a construção de uma grande mobilização e pressionar o governo a cumprir uma promessa feita nas últimas eleições”, declarou à Rádio Guaíba.

As principais reivindicações do Cpers são o pagamento do Piso Nacional do Magistério pelo governo estadual, mudança do vale-refeição e nomeação de novos professores, que foram aprovados no concurso de 2013. Além disso, o sindicato defende o reajuste do piso de acordo com o custo-aluno e a criação do piso para os funcionários de escola.

Apesar da orientação da Secretária de Educação para os pais levarem os filhos às escolas, o movimento de alunos foi pequeno nas principais escolas da Capital na manhã desta segunda. No maior colégio público estadual de Porto Alegre, o Júlio de Castilhos, as aulas foram suspensas. O sindicato vai divulgar ainda hoje um balanço do número de escolas fechadas.

Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo e Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.