Correio do Povo

Porto Alegre, 2 de Outubro de 2014


Porto Alegre
Agora
20ºC
Amanhã
14º 21º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

19/03/2014 07:36 - Atualizado em 19/03/2014 07:49

CGU aponta falhas na gestão do Grupo Hospitalar Conceição

Relatório da Controladoria-Geral da União indicou "dano" de R$ 8,3 milhões aos cofres públicos

Relatório da Controladoria-Geral da União (CGU), que apontou falhas na gestão do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) - com indicação preliminar de dano ao erário público na ordem de R$ 8,3 milhões -, foi divulgado nessa terça-feira pela Associação dos Servidores do GHC (Aserghc), que faz campanha de mobilização por melhores condições de trabalho. Nesta quarta-feira os trabalhadores terão paralisação, repetindo a ação ocorrida na semana passada. A proposta é interromper os serviços das 7h às 19h, exceto os casos de risco de morte.

O relatório refere-se à representação da associação feita em 2012, a qual apresentou denúncia sobre a “precarização” das relações de trabalho, através da terceirização dos serviços de higienização. O embate teve episódio significativo no ano passado, quando foram identificados e reconhecidos pelo Ministério da Saúde casos de infecção hospitalar pelas denominadas superbactérias KPC e NDM-1.

Para a Aserghc, existe relação direta entre a baixa qualidade do serviços terceirizados com a “vulnerabilidade” do hospital à infecção e, ainda, com a “precarização” do trabalho. “Há muita rotatividade, faltam treinamento e material para higiene de ambientes importantes. Esse relatório confirma aquilo que os trabalhadores têm defendido nos últimos anos. O GHC precisa modificar sua gestão para um modelo mais democrático e transparente", argumentou o presidente da entidade, Valmor Guedes.

Segundo ele, a Aserghc irá insistir na representação feita ao Ministério Público Federal (MPF), semelhante à praticada com a CGU. Ontem, o MPF informou que o caso foi remetido ao Ministério Público do Estado, a partir do entendimento de que seria de sua competência.

GHC em busca de esclarecimentos

O Grupo Hospitalar Conceição (GHC) afirmou ter total interesse na apuração dos apontamentos feitos pela Controladoria-Geral da União (CGU). Em nota, o GHC informou que membros da diretoria estiveram ontem na CGU, em Brasília, para definir ajustes no relatório. “É necessário analisar minuciosamente os documentos e, se for o caso, abrir sindicância, o que permitirá a notificação das empresas e, em consequência, os devidos esclarecimentos.” O GHC garante que seguiu à risca os apontamentos da CGU nos últimos 12 meses. Sugere que o cálculo da Controladoria está equivocado e reforçou a intenção de buscar a responsabilização por eventuais prejuízos ao tesouro público.


Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo





» Tags:Hospital Geral CGU

O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.