Correio do Povo

Porto Alegre, 2 de Outubro de 2014


Porto Alegre
Agora
13ºC
Amanhã
13º 20º


Faça sua Busca


Notícias > Política

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

11/04/2014 09:59 - Atualizado em 11/04/2014 10:14

"É maior obra em volume de tratamento financiada pelo PAC", diz Fortunati

Dilma participa de inauguração de Estação de Tratamento de Esgoto Serraria em Porto Alegre

Dilma participa de inauguração de Estação de Tratamento de Esgoto Serraria<br /><b>Crédito: </b> André Ávila
Dilma participa de inauguração de Estação de Tratamento de Esgoto Serraria
Crédito: André Ávila
Dilma participa de inauguração de Estação de Tratamento de Esgoto Serraria
Crédito: André Ávila

O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, abriu nesta sexta-feira a cerimônia de inauguração oficial da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Serraria, na Capital. Ele enfatizou que "é a maior obra em volume de tratamento financiada pelo PAC”. A solenidade teve início às 9h45min com a presença do governador do Estado Tarso Genro e da presidente da República Dilma Rousseff, entre outras autoridades.

O conjunto da obra foi desenvolvido na Capital por intermédio do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae). "O Pisa tem singular importância na história da cidade, porque triplica a capacidade de tratamento de esgotos, de 27% para 80%, promovendo uma expressiva melhoria na qualidade de vida dos moradores", enfatizou o prefeito José Fortunati.

A estação – que fica na estrada da Serraria, 2601 – é a principal obra do o Programa Integrado Socioambiental (Pisa) e está operando desde o início de março. A capacidade é para tratar 4,1 mil litros de esgoto e o programa totaliza investimento de R$ 672,9 milhões, sendo R$ 480 milhões para as obras de saneamento.

Entre as obras que integram o Pisa estão a reforma de duas estações de bombeamento de esgoto, a construção de outras sete estações de bombeamento, 139,5 quilômetros de redes coletoras, 12 quilômetros de emissários terrestres e 14 quilômetros de emissários subaquáticos. Segundo o diretor-geral do Dmae, Flávio Presser, o programa planejou o atendimento da população para até 50 anos.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.