Porto Alegre, quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

  • 14/04/2014
  • 12:51
  • Atualização: 12:58

Estudante é morto durante confrontos no Egito

Polícia atirou bombas de gás lacrimogêneo contra manifestantes

Estudantes fazem manifestações regulares na Universidade do Cairo | Foto: Mohamed El Shahed / AFP / CP

Estudantes fazem manifestações regulares na Universidade do Cairo | Foto: Mohamed El Shahed / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

Um estudante foi morto nesta segunda-feira em confrontos na Universidade do Cairo entre as forças de segurança e partidários do presidente islamita Mohamed Mursi, deposto pelo exército em julho, informaram autoridades dos serviços de segurança.

A polícia disparou bombas de gás lacrimogêneo contra os estudantes que manifestam no campus regularmente, de acordo com as autoridades, que acrescentaram que 13 estudantes foram presos. Nesta segunda-feira foram registrados confrontos também no campus da Zagazig, no norte do país, onde três alunos ficaram feridos, de acordo com a agência de notícias oficial MENA.

Um repórter do jornal Youm7 foi ferido, atingido por uma bala de borracha enquanto cobria a violência, segundo testemunhas no local e o site do Youm7. As universidades são os últimos redutos pró-Mursi.

Em 28 de março, a jornalista Mayada Ashraf do jornal Al-Dustur foi morta com um tiro na cabeça enquanto cobria os confrontos entre a polícia e partidários do presidente deposto durante um protesto no Cairo.

Bookmark and Share