Correio do Povo

Porto Alegre, 29 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
10ºC
Amanhã
13º 24º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

01/05/2014 21:16 - Atualizado em 01/05/2014 21:24

Hospital de Alvorada fica superlotado no Dia do Trabalhador

Unidades Básicas do município fecharam nesta quinta por causa do feriado

Hospital ficou superlotado nesta quinta-feira
Crédito: Ricardo Giusti / CP

Devido ao Dia do Trabalhador, o Hospital de Alvorada ficou superlotado nesta quinta. Como ocorre normalmente nos feriados, as 13 Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município ficaram fechadas e os pacientes se dirigiram para a instituição. Dezenas de pessoas aguardavam atendimento, muitas delas por mais de uma hora e algumas chegando a quatro horas no aguardo de um médico. Sexta-feira o ponto é facultativo no serviço público da cidade e a Prefeitura não soube estimar quantos postos estarão abertos, mas a maioria só deve voltar a operar na segunda-feira.

A camareira Vera Lúcia da Silva, 40 anos, chegou no local às 13h com suspeita de apendicite. Às 16h, ela seguia na porta do hospital, sem ser examinada. “É a primeira vez que venho. Achei demorado”, afirmou. Durante o mesmo período, a dona de casa Ilva Calvi, 60, também esperava por um diagnóstico. “Passei mal. Tive tontura, calafrios e dor na costela”, contou. A idosa costuma frequentar a UBS Intersul em Alvorada, mas como sabia que estava fechada pelo feriado, se dirigiu à instituição. “Eu acho que poderiam abrir na sexta-feira, porque serão muitos dias sem atendimento”, opinou, explicando que as unidades têm atendimento mais ágil.

Com a filha Isabelly Silva, de 1 ano e seis meses, no colo, a dona de casa Bruna Silva, 29, reclamava do tempo para ser chamada. “Já faz mais de uma hora e a guria está chorando. Não sei o que ela tem”, lamentou. Acompanhando a mãe de 85 anos, Josefa Stermach, 67, dizia que o hospital fica lotado quando os postos não estão operando. “Não sei porquê estão fechados. É época de vacinação. Sexta é dia normal e não funciona”, declarou.

O supervisor de operações Valmir Gutierres, 46 anos, disse que chegou com a filha de 13 anos às 14h e, às 16h, ela ainda não havia sido atendida. “A menina está com fala de ar e com o coração acelerado”, explicou.

O Pronto Atendimento Médico (PAM) 8, na rua Roberto de Souza Feijo, 147, no Centro, estará aberto nesta sexta, das 8h às 18h. A prefeitura alegou que as unidades de saúde são destinadas ao atendimento de prevenção e atenção básica. Por isso, não funcionam nos feriados e finais de semana.

Os casos de emergência devem ser encaminhados para o hospital nesses dias. A previsão é de que em 2015, seja inaugurado o a UPA 24 horas para absorver a demanda. O prédio já está em obras e ficará próximo ao Ginásio Municipal. Outra medida é a ampliação dos leitos do Hospital de Alvorada. Deverão ser criados 250 espaços em parceria com o governo federal.

Bookmark and Share

Fonte: Karina Reif / Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.