Correio do Povo

Porto Alegre, 15 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
11º 22º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

04/05/2014 12:33 - Atualizado em 04/05/2014 13:26

Acumulado de chuva ultrapassa 150 mm em Alegrete

Município da Fronteira Oeste registrou alagamentos devido à enxurrada

Quatro bairros de Alegrete foram os mais atingidos
Crédito: Alair Almeida / Especial / CP

Choveu neste domingo em praticamente todo o território gaúcho, mas o volume de precipitação foi maior na Metade Oeste do Estado, segundo a MetSul Meteorologia. Em Alegrete, o cumulado ultrapassou 150 mm somente nessa manhã, mas no interior choveu mais de 200 mm.

A enxurrada causou alagamentos em vários pontos da cidade e obrigou famílias a deixarem suas casas. Quatro bairros foram os mais atingidos: Prado, Sepé Tiaraju e Restinga. O estrangulamento da ponte da rua Daltro Filho represou as águas e dezenas de casas foram alagadas. Até um carro foi arrastado pelas enxurradas.

Quase toda a manhã o trânsito ficou interrompido nas pontes da rua Daltro Filho e a ligação com o bairro Boa Vista por meio do prolongamento da rua Barão do Cerro Largo. O acesso era somente pela ponte dos quartéis. Nos bairros Segabinazzi e Santos Dumont, também houve casos de alagamento por entupimento dos bueiros. O acesso pela estrada da Jararaca esteve interrompido pela manhã devido à água ter invadido o leito da ERS 377.

A prefeita em exercício Maria de Fátima Mulazzani, acompanhada da Defesa Civil, percorreu os locais mais críticos, conversando com os moradores. "Graças a Deus que foram danos materiais apenas”, disse a prefeita, mas voltou a pontuar que os alagamentos nos bairros Vera Cruz, Sepé e Prado vão ter um fim com a transferência de mais de 100 famílias para as novas casas que estão sendo construídas e o projeto em licitação da revitalização do arroio Regalado.

Segundo a coordenadora da Defesa Civil de Alegrete, Guiomar da Silva, alguns bairros ficaram alagados em razão da cheia do Arroio Regalado, que passa por vários locais da cidade. O rio Ibirapuitã é monitorado, mas até o momento a situação é considerada tranquila, pois a chuva na cabeceira não foi forte, segundo Giomar.

* Com informações do repórter Alair Almeida

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo e Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.