Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
14º


Faça sua Busca


Notícias > Polícia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

07/05/2014 12:46 - Atualizado em 07/05/2014 13:05

Ataques com explosivos são fenômeno nacional, diz delegado

Caixa eletrônico em Flores da Cunha foi alvo de criminosos nessa madrugada

Agência de Flores da Cunha foi atacada na madrugada desta quarta-feira
Crédito: Reprodução / TV Record / CP

Mais um ataque contra caixa eletrônico, com o uso de explosivos, foi registrado no Rio Grande do Sul. Nesta quarta-feira, a agência do Sicredi, no interior de Flores da Cunha, na Serra, foi atacada por volta das 5h. O  titular da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos, delegado Joel Wagner, afirmou que a proliferação dos ataques com explosivos a caixas eletrônicos é um fenômeno nacional decorrente em parte da presença de terminais por toda a parte.

Em abril, o delegado participou do Fórum Nacional de Enfrentamento a Roubos a Bancos, realizado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, em Brasília. Segundo ele, a preocupação no encontro foi justamente esse tipo de crime que ocorre, em sua maioria, distante dos grandes centros urbanos.

No evento foram discutidas, por exemplo, questões como o controle sobre explosivos e uma legislação mais rigorosa e específica para os autores desses crimes. Também foi tratada a retirada do fator humano na abertura do cofre, recordou, acrescentando que muitos dos criminosos presos acabam retornando às ruas e cometendo novamente os mesmos delitos.

Criminosos explodem caixa eletrônico em Flores da Cunha

Os criminosos chegaram ao local em um Ford Focu e, segundo o delegado Joel Wagner, portavam pistolas e espingardas. Eles vestiam toucas ninjas e luvas e entraram no prédio após quebrarem a tiros uma vidraça. Um deles estava de abrigo, tênis e jaqueta vermelha. As imagens internas das câmeras de videomonitoramento registraram toda a ação, inclusive o momento em que colocam os explosivos em um terminal.

No entanto, a carga explosiva não foi suficiente para que conseguissem arrebentar a parte em que está o cofre do caixa eletrônico. Sem conseguir levar o dinheiro, os bandidos fugiram no veículo. Moradores das proximidades, que se acordaram com o barulho da explosão, acionaram a Brigada Militar. O comandante da BM de Flores da Cunha, capitão Angelo Ferraz, acredita que a própria explosão dificultou a ação dos ladrões. “O artefato que eles utilizaram não danificou o ceduleiro e por isso não conseguiram levar o dinheiro. Recebemos várias ligações logo depois da detonação”, explicou.

Responsável pelo Comando Regional de Policiamento Ostensivo da Serra (CPOR Serra), o coronel Leonel da Silva Bueno suspeita que os bandidos tenham se dirigido à região de Caxias do Sul. Ele não descartava a possibilidade de que, além dos dois criminosos, existiram outros do lado externo, dando cobertura.

A BM iniciou as buscas e montou barreiras em toda a região serrana durante a quarta-feira. A agência bancária ficou isolada para a perícia do Departamento de Criminalística e o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil assumiu o caso. 


Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.