Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 15/06/2014
  • 21:24

Líder da Popular impedido de acompanhar a Copa se apresenta à polícia durante jogo da Argentina

Gilberto Bittencourt Viegas deveria se apresentar a unidade policial durante o jogo entre França

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

O líder da torcida Guarda Popular, do Internacional, Gilberto Bittencourt Viegas, de 28 anos, conhecido como Giba, se apresentou na 1ª Delegacia de Polícia (DP) de Sapucaia do Sul antes do jogo da Seleção da Argentina. Giba vai permanecer na unidade policial até às 22h30min.

O torcedor colorado, no entanto, deveria ter se apresentado na DP de Sapucaia do Sul às 15h, em função do jogo realizado às 16h, no Beira-Rio, entre França e Honduras. Conforme a Justiça, Giba deve comparecer à delegacia uma hora antes dos jogos da Copa em Porto Alegre por ter oferecido hospedagem a torcedores argentinos conhecidos como Barrabravas.

À TV Record, o líder da torcida Guarda Popular informou que não sabia que deveria se apresentar à polícia durante todos os jogos em Porto Alegre, mas apenas quando o Brasil ou a Argentina jogassem. Por isso, em função da estreia da Seleção Argentina, Viegas se deslocou até a unidade policial.

O ex-líder da Guarda Popular, Jorge Roberto Gomes Martins, conhecido como Hierro Martins, de 42 anos, também se apresentou na 2ª DP de Porto Alegre por volta das 14h50min, uma hora e dez minutos antes do jogo entre França e Honduras. Hierro, que está em liberdade provisória, é acusado de tentativa de homicídio dentro do estádio Beira-Rio após uma confusão entre torcedores em 2011.

Bookmark and Share