Correio do Povo

Porto Alegre, 18 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
12ºC
Amanhã
18º 25º


Faça sua Busca


Notícias > Polícia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

02/07/2014 09:22 - Atualizado em 02/07/2014 09:42

Apreendidos R$ 20 mil em notas falsas em Novo Hamburgo

Quatro pessoas foram presas durante ação do Denarc

Apreendidos R$ 20 mil em notas falsas em Novo Hamburgo
Crédito: Ellen Dick / Denarc / Divulgação / CP

Cerca de R$ 20 mil em notas falsas de R$ 50 e R$ 20 foram apreendidos na noite dessa terça-feira em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos. Após denúncia anônima, agentes da 4ª Delegacia de Investigações do Narcotráfico (Denarc) foram até uma oficina mecânica no bairro São José.

Dois homens estavam na frente da oficina e, em seguida, chegou um motociclista com uma mochila nas costas. Os três conversaram e entraram no prédio. Os policiais ingressaram no local e abordaram o trio e outro homem que estava no estabelecimento. Na oficina foram apreendidos dois tijolos de crack, pesando cerca de 2kg, sete tijolos de maconha, pesando quase 4,5 Kg, uma motocicleta e um Golf. Os quatro homens, com idades entre 21 e 47 anos, foram presos.

Segundo o titular da 4ª Delegacia de Investigações do Narcotráfico (DIN), delegado Cleomar Marangoni,  o entorpecente estava dentro da mochila que o motoqueiro carregava nas costas. “Quando iniciamos as buscas dentro da mecânica, encontramos o dinheiro falso, no forro de um sofá. Ele seria utilizado em uma negociação de drogas”, contou o Marangoni.

De acordo com o diretor da Divisão Estadual de Narcóticos (Dinarc), delegado Cléber dos Santos Lima, a droga está avaliada em torno de R$ 150 mil no varejo. “Só o crack, renderia no mínimo, mais de 20 mil pedras. Imagina a quantidade de entorpecentes que retiramos de circulação”, concluiu Lima.

Já o diretor do Denarc, delegado Marcelo Moreira, disse que o produto seria distribuído no Vale do Sinos. "Em um dos tijolos de crack, havia uma pedrinha da substância, anexada com uma fita amarela. Era para ver e sentir a qualidade da substância", comentou Moreira. Os presos foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico e logo após, encaminhados ao sistema prisional.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.