Academia do Oscar anuncia vencedores do prêmio honorário

Academia do Oscar anuncia vencedores do prêmio honorário

Jackie Chan, Anne V. Coates, Lynn Stalmaster e Frederick Wiseman receberão a estatueta pela contribuição ao cinema

Correio do Povo

Escolhidos receberão troféu na noite de 12 de novembro

publicidade

A Academia das Artes e das Ciências Cinematográficas revelou nesta quinta-feira os nomes dos homenageados que receberão o Oscar Honorário na edição 2017 da mais importante premiação do cinema mundial. Em comunicado oficial, a presidente da instituição, Cheryl Boone Isaacs, reeleita pela quarta vez para o cargo, anunciou que o ator Jackie Chan, a editora Anne V. Coates, o diretor de casting Lynn Stalmaster e o documentarista Frederick Wiseman levarão a estatueta para casa em nome de sua contribuição à Sétima Arte. “O conselho está orgulho de honrar suas extraordinárias realizações”, diz o texto.

As estatuetas serão entregues no oitavo Governors Awards, no dia 12 de novembro, em cerimônia no salão Ray Dolby, em Hollywood. Os quatro escolhidos representam uma resposta às críticas que a Academia tem recebido por dar maior valor a artistas estado-unidenses e com menos de 60 anos - Coates tem 90, Stalmaster 87 e Wiseman 86. Chan, de Honk Kong, é o mais novo do grupo, com 62.

Dos homenageados, apenas Coates já foi indicada para um Oscar, em 1962, quando venceu com o filme “Laurence da Arábia”, e continua trabalhando. Ela foi uma das editoras do longa "Cinquenta Tons de Cinza". Jackie Chan, o segundo ator mais bem pago do mundo de acordo com a revista Forbes, atuou, dirigiu e ajudou a escrever mais de 30 filmes de artes marciais e ação, tornando-se um fenômeno popular no início dos anos 2000.

Stalmaster começou a trabalhar na década de 1950 e possui no currículo mais de 200 películas, incluindo “A Primeira Noite de um Homem”, o musical “o Violinista no telhado” e “Ensina-me a Viver”. Ele também ajudou a lançar importantes artistas como Jon Voight, Richard Dreyfuss, Christopher Reeve e John Travolta. Sua nomeação é importante é significante porque a Academia criou um ramo para diretores de elenco recentemente, mas até agora não existe uma categoria competitiva para o trabalho.

Já Wiseman produz praticamente um filme por ano desde que começou a trabalhar, em 1967, quando lançou “Titicut Follies”, o primeiro longa americano sem cenas de sexo ou violência a ser censurado nos Estados Unidos. O conselho do Oscar pode saudar até quatro pessoas por edição, dividindo-as entre Oscar Honorário, Prêmio Humanitário Jean Hersholt e Prêmio Memorial Irving G. Thalberg. Este ano, não há Thalberg e nenhum Hersholt, mas quatro prêmios honorários que buscam promover a diversidade

publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895