Bill Murray recebe o maior prêmio de humor dos Estados Unidos

Bill Murray recebe o maior prêmio de humor dos Estados Unidos

Ator foi homenagedo com o Mark Twain Prize for American Humor na noite de domingo

AFP

Murray é conhecido por colocar sempre um toque de loucura na vida real

publicidade

O ator Bill Murray foi homenageado na noite de domingo em Washington, onde recebeu o Mark Twain Prize for American Humor, uma das distinções de maior prestígio dos Estados Unidos. Aos 66 anos, o comediante que protagonizou filmes como "Encontros e Desencontros", de 2003, "Os Caça-Fantasmas", de 1984, e "Feitiço do Tempo", de 1993, recebeu o prêmio em uma cerimônia no Kennedy Center da capital americana.

Para Murray, este foi um fim de semana de festejos, quando depois de um jejum de 71 anos, seu time favorito, o Chicago Cubs, se classificou para a final da Série Mundial de beisebol. "Estou perdido e tenho a sensação de estar em um furacão", disse o ator. "É um homem que viaja pelo mundo para dividir alegria e um toque de loucura por onde quer que vá", comentou colega comediante Jimmy Kimmel.

Murray é conhecido por colocar sempre um toque de loucura na vida real. Circula a lenda urbana de que gosta de abordar desconhecidos pelas costas, tapar seus olhos com suas mãos e sussurrar: "Ninguém vai acreditar em você jamais". Na cerimônia, ele agradeceu ao seu irmão Bryan, "a única razão pela qual estou aqui", já que foi ele quem o fez estrear no teatro para depois se tornar famoso com seus esquetes no Saturday Night Live, programa que catapultou muitos artistas.

A partir dali os sucessos vieram um depois do outro, e Murray protagonizou vários filmes cults como "Os Caça-Fantasmas" e, é claro, "Encontros e Desencontros". Sua interpretação de um ator maduro perdido em Tóquio no filme co-protagonizado por Scarlett Johansson valeu a ele dois prestigiados prêmios de melhor ator (Globo de Ouro e Bafta) e uma indicação ao Oscar.

publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895