Acadêmicos de Gravataí conta a história de Chacrinha
capa

Acadêmicos de Gravataí conta a história de Chacrinha

Escola destacou importante do comunicador

Por
Correio do Povo

Acadêmicos de Gravataí conta a história de Chacrinha

publicidade

*Com informações de Mauren Xavier

Ao contrário do que estava inicialmente previsto, já havia amanhecido quando a Acadêmicos de Gravataí, atual vice-campeã do Carnaval de Porto Alegre, iniciou seu desfile no Porto Seco. A escola levou à avenida um enredo em homenagem a Chacrinha, contando a história do comunicador descrito como “mestre” e “inspiração”.

A apresentação contou com muitos símbolos do Nordeste, região de origem do Velho Guerreiro, como o Bumba meu boi e o Galo da Madrugada. A bateria, por exemplo, brincou com o fato dele tocar em uma banda em Caruaru.

Com alas coloridas e alegorias imponentes, a Acadêmicos de Gravataí demonstrou animação e muitas alas tinham coreografias próprias. Além disso, foram utilizadas muitas referências do rádio e diversos de seus bordões (como o clássico alô, Terezinha), ressaltando a importância de Chacrinha para a comunicação.

O último carro, além de um boneco de Chacrinha, trouxe Fábio Ferçosa, rei momo da Capital por 22 anos, representando o comunicador e carregando o “troféu abacaxi”. Sem muitos problemas, a agremiação terminou seu desfile por volta das 7h30min. Na sequência, Império da Zona Norte encerra o Carnaval 2017.