Confira os shows locais em lives nesta quinta-feira

Confira os shows locais em lives nesta quinta-feira

Música instrumental, regional, hip-hop e blues estão na agenda

Por
Correio do povo

Mari Kerber (piano) e Ale Ravanello (harmônica) se apresentam na série de lives do Parangolé Bar e Restaurante


publicidade

A música instrumental de Cristian Sperandir Trio é a atração do Sarau do Solar virtual nesta quinta, às 17h30min, pela TV Assembléia (www.al.rs.gov.br/tvassembleia, www.facebook.com/assembleiars  e www.youtube.com/user/tvalrs). Cristian Sperandir (piano, teclados e voz) Caio Maurente (contrabaixo) e Bruno Coelho (percussão) transitam pelo rock, MPB e música do Sul, com fragmentos do jazz. O repertório traz  temas autorais que estão no álbum recentemente lançado, “Bons Ventos”, além de novos arranjos para temas já conhecidos, como “A Night in Tunisia” (Dizzy Gillespie) “Lígia” (Tom Jobim) e “Piano Azul” (Geraldo Flach), entre outros.
 
A rapper gaúcha Negra Jaque é a convidada hoje, às 18h, do Correio do Povo ao Vivo lá em Casa, pelas plataformas digitais do Correio do Povo (Facebook, YouTube e Twitter). Negra Jaque atua no movimento Hip Hop desde 2007, quando integrou o grupo “Pesadelo do Sistema”. Em 2013, iniciou carreira solo e foi a primeira mulher vencedora da “Batalha do Mercado”, evento tradicional da região metropolitana de Porto Alegre. Por causa desse prêmio, gravou seu primeiro EP “SOU”. De lá pra cá, participou de festivais, como o “Nosoutras”, lançou o álbum “Deus que dança”, “Diário de Obá”, e o single “Maria Madalena” que fará parte do álbum “QU4RTO”, com previsão de lançamento em agosto. Recebeu prêmios e importantes indicações, como a de Melhor Compositora do Prêmio Açorianos 2019. Abriu o show de Elza Soares no Bar Opinião, participou do projeto Unimúsica da Ufrgs e circulou por várias cidades do RS, além de RJ e SP. Frequentemente ministra oficinas e palestras envolvendo os temas do hip hop, luta feminista e movimento negro. 
 
Mantendo o foco na música do Sul do Brasil, influenciada pelas suas regiões fronteiriças, o Duo de Viola & Acordeon toca, às 18h30min, no projeto  Mistura Fina - Música para Fugir do Trânsito (ww.facebook.com/misturafinamusica), do Theatro São Pedro. Formado por Vladir Verona e Rafael De Boni, ao longo de 14 anos desenvolveu diversos estilos, que vão desde o folclore sulino à formação erudita, da música regional brasileira e da MPB ao jazz.O repertório é formado por composições instrumentais autorais, em ritmos como milongas, tangos, chamamés, chamarritas, entre outros, e também conta com arranjos inéditos para temas de domínio público do folclore gaúcho e ainda clássicos da música do Sul e do Brasil. As composições têm uma linguagem musical dinâmica e contemporânea, resgatando o uso da viola de 10 cordas, na música do sul, juntando-a com o acordeon, numa sonoridade peculiar com sotaque gaúcho.
 
O duo de blues, formado por Mari Kerber (piano) e Ale Ravanello (harmônica), se apresenta ao vivo hoje, às 20h na página do Facebook @parangolebar, do Parangolé Bar. Contribuições espontâneas podem ser feitas diretamente para os músicos, que tocam um repertório de autorais e clássicos de blues e jazz. Em 2019, o dueto lançou o primeiro álbum, “So Many Stories to Tell”, com dez temas autorais.  A apresentação faz parte da segunda edição de uma série de lives que o bar tem realizado, com o objetivo de arrecadar recursos para os músicos que costumam se apresentar na casa, fechada desde o início da pandemia da Covid-19.