De road movie a vazio existencial

De road movie a vazio existencial

Produções brasileiras e novidades de estúdios internacionais marcam estreias que chegam às telonas

Marcos Santuario

"Acqua Movie", um dos lançamentos, apresenta a paisagem nordestina e a presença do coronelismo no país

publicidade

Sexto longa do elogiado diretor pernambucano Lírio Ferreira, “Acqua Movie”, rodado em São Paulo, Recife e interior de Pernambuco, é uma das principais estreias hoje nos cinemas. O filme é um road movie que apresenta a paisagem nordestina alterada pela transposição do Rio São Francisco e também mostra a forte presença do coronelismo no país. No centro da narrativa está a relação entre uma mãe e seu filho adolescente que encontra seu pai (Guilherme Weber, mesmo personagem de “Árido Movie”) morto no banheiro de casa, vitimado por um infarto fulminante. No elenco estão Alessandra Negrini, Antonio Haddad Aguerre e Augusto Madeira.

Também no universo das produções brasileiras, “Missão Cupido” chega às telonas. Em seu terceiro longa-metragem, o diretor Rodrigo Bittencourt brinca com uma narrativa pop e uma estética surrealista, com o ritmo clipado que é sua marca registrada. No elenco principal, Isabella Santoni, Lucas Salles, Agatha Moreira, Rafael Infante, Victor Lamoglia, Thais Belchior, além de participações especiais de Guta Stresser e Kiko Mascarenhas. A comédia romântica foi rodada em Nova Friburgo e arredores e no Rio de Janeiro e traz o anjo da guarda Miguel que profetiza sobre sua protegida.

Do Brasil chega ainda o lançamento de “Quem Vai Ficar com Mário”, de Hsu Chien, e com Daniel Rocha, Letícia Lima, Felipe Abib, Nany People, Zé Victor Castiel, e Marcos Breda. Na trama, Mário Brüderlich é um rapaz de 30 anos que resolve visitar sua família e contar para seu pai que é escritor de teatro e que mora junto com seu namorado, Fernando. Mas uma surpresa e um envolvimento adiam os planos de Mário.

Outra novidade nacional é “AmarAção”, co-produção com França e Israel, com direção de Eric Belhassen e Marc Belhassen, e com Caco Ciocler no elenco. Depois de se separar de sua esposa, Erick desenvolve sintomas físicos e psicológicos (ele escuta a voz da ex) e acredita que foi “enfeitiçado” por ela.

Para os amantes do cinema mundial chega “First Cow – A Primeira Vaca da América”, de Kelly Reichardt, estreia hoje, nos cinemas e nas plataformas digitais. Mais contemplativo do que de ação, é uma adaptação do livro “The Half Life”, de Jonathan Raymond, ambientada no século 19. Em cena a amizade de Otis Figowitz, vivido por John Magaro, um cozinheiro viajante, e um imigrante japonês chamado King-Lu, interpretado pelo ator Orion Lee. Enquanto Figowitz viaja com um grupo de caçadores, ele conhece King-Lu e passa a ajudá-lo secretamente, dando início a uma amizade genuína e muito especial.

Também estreia “Alice e o Prefeito”, co-produção entre França e Bélgica, de Nicolas Pariser. O prefeito de Lyon perde ideias e popularidade e contrata uma jovem e brilhante filósofa. “Spirit - O Indomável”, de Ennio Torresan Jr. Elenco, com Isabela Merced, Jake Gyllenhaal e Julianne Moore, tem a vida da pequena Lucky Prescott transformada pela amizade com um cavalo selvagem chamado Spirit. Eodrama “Eu Estava em Casa, Mas...”, de Angela Schanelec, conta a história de um jovem estudante que desaparece sem deixar rastros e reaparece misteriosamente uma semana depois.


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895