Dia que se repete e vida real na tela

Dia que se repete e vida real na tela

'Mate ou Morra' e 'Escape Room 2' são dois dos longas-metragens que chegam aos cinemas

Marcos Santuario

Em 'Mate ou Morra' Mel Gibson é um cientista com ética duvidosa e métodos implacáveis para tentar dominar tempo e espaço

publicidade

Tem novidades nas telas dos cinemas para os amantes de ação, ficção científica e drama com foco na realidade contemporânea. No primeiro estilo está "Mate ou Morra", com dilreção de Joe Carnahan, que também assina o roteiro com Chris Borey e Eddie Borey. A temática é um prato cheio para quem gosta de ficção científica com ação e aventura. O cardápio da trama traz Roy Pulver, vivido pelo ator Frank Grillo, no papel de um ex-agente das forças especiais que se vê forçado a reviver o dia, de sua morte inúmeras vezes. E aquela situação já vista em outros filmes, em que a personagem acorda sempre no mesmo momento de vida. Grillo acorda em "Mate ou Morra" sendo perseguido por assassinos e, de uma forma ou de outra, acaba sempre morrendo no final. Enquanto luta para chegar ao fim do dia com vida, Roy descobre uma mensagem de sua ex-esposa, interpretada pela bela e talentosa Naomi Watts. E é a partir desta mensagem que se revela o envolvimento do cientista Ventar em um ciclo mortal. Nesta trama prepare-se para ver o sumido Mel Gibson dando vida à personagem de Ventar, e retornando com suas expressões e seus trejeitos que já fazem parte da história do cinema mundial. História com jeito de dia da marmota, misturada a uma espécie de "exterminador do presente".

Também estreia, nesta quinta-feira, nas telonas, "Escape Room 2 - Tensão Máxima", a sequência do thriller psicológico que foi sucesso de bilheteria e assustou o público por todo o mundo. Nesta continuidade, seis pessoas se unem para uma missão. Até que, após entrarem em um trem, são levados a um espaço onde ficam presas. Precisam desvendar enigmas em uma nova série de escape rooms, buscando o que elas têm em comum para sobreviver. Aos poucos, percebem que os desafios propostos são mais difíceis que os anteriores. Com a direção de Adam Robitel, o longa-metragem traz no elenco os nomes de Taylor Russell, Logan Miller, Indya Moore, Holland Roden, Thomas Cocquerel e Carlito Olivero. As cenas mostram como descobrem que todos já jogaram esse jogo antes.

Outra novidade é o filme brasileiro "Reação em Cadeia", terceira produção do ator e cineasta Márcio Garcia ("Amor por Acaso" e "Angie"). Com ação e velocidade, a narrativa tem como protagonista Guilherme (Bruno Gissoni), um auditor de uma empresa, que descobre um grande desfalque. A partir daí, ele acaba se envolvendo em uma rede de corrupção que abastece o sistema político brasileiro. Ao se envolver com Lara (Monique Alfradique), uma antiga namorada do colégio, ele acaba entrando em uma cilada ainda maior ao perceber que a jovem agora namora o problemático Zulu (André Bankoff). Para tentar livrar-se da dívida do namorado, Lara envolve Guilherme em um esquema criminoso. Lavagem de dinheiro e tráfico de drogas são alguns dos problemas de que tentam fugir, além de ter a Polícia Federal em seu encalço. Também estão no elenco, Adriano Garib, Silvio Matos e Juliana Knust. Além de dirigir, Márcio Garcia também assina o roteiro de "Reação em Cadeia" ao lado de Thiago Dottori e a supervisão de Bráulio Mantovani (de 'Tropa de Elite" e "Cidade de Deus").


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895