Dois projetos musicais recomeçam nesta terça em Porto Alegre

Dois projetos musicais recomeçam nesta terça em Porto Alegre

O Chapéu Acústico tem show de Marguerite Silva Santos na BPE; e a Orquestra Filarmônica da Ufrgs faz seu primeiro concerto do ano

Correio do Povo

A Orquestra Filarmônica da UFRGS se apresenta no Salão de Atos

publicidade

Duas apresentações musicais marcam o início das atividades do ano de projetos já conhecidos em Porto Alegre. Na data de aniversário do Chapéu Acústico, a Biblioteca Pública do Estado (BPE) dará protagonismo às mulheres negras, na voz e interpretação da cantora jazzista Marguerite Silva Santos e banda. O evento, também alusivo ao Dia da Mulher, ocorre hoje, às 19h, no Salão Mourisco da Biblioteca Pública do Estado (rua Riachuelo, 1190).
Além da cantora, estarão no palco do Salão Mourisco os músicos Gilberto Oliveira (guitarra e arranjos), Cleômenes Junior (sax tenor e flauta transversa), Bruno Vargas (contrabaixo elétrico), Mel Souza (piano) e Luke Faro (bateria), com as participações especiais da escritora e poetisa Lilian Rocha e da sambista Maria do Carmo Carneiro.
Marguerite conta que o show, especial alusivo ao dia Internacional da Mulher, revisitará a década de 1960, “onde ser bossa era mole. Difícil, na vida e na música, era ter bossa e ser negra”. Para ela, “a Bossa Nova é uma tentativa amorosa de desfazer este equívoco social que ainda persiste em algumas consciências, numa proposta musical que unifica estes corpos negros para que o público se sinta num mundo onde a sensação de opostos seja mais uma das tantas ilusões da humanidade”, explica.
O show “A Bossa Nova Negra” traz afinidades entre samba e jazz, mesclando os estilos urbanos com a africanidade brasileira. “O repertório deste inédito show é o grande trunfo”, garante a jazzista. A entrada é franca, mas é sugerido contribuição espontânea para os músicos. Vagas limitadas.

CONCERTO

Outra opção do dia é o primeiro concerto de 2023 da Orquestra Filarmônica da Ufrgs, a ser realizado nesta terça-feira, às 19h, no Salão de Atos, Campus Central da universidade. Com regência de Carlos Völker-Fecher, serão apresentadas composições de César Guerra-Peixe, Ludwig van Beethoven e Wolfgang Amadeus Mozart. André Loss será solista ao piano. A entrada é franca, por ordem de chegada.


Mais Lidas

Guia de Programação: a grade dos canais da TV aberta desta quinta-feira, dia 18 de julho de 2024

As informações são repassadas pelas emissoras de televisão e podem sofrer alteração sem aviso prévio

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895