Estreia virtual de “Helena Blavatsky, a voz do silêncio”

Estreia virtual de “Helena Blavatsky, a voz do silêncio”

O monólogo ganha sessões aos domingos e terças-feiras

Luciana Vicente

Beth Zalcman interpreta a filósofa Helena Blavatsky

publicidade

O monólogo “Helena Blavatsky, a voz do silêncio”, com estreia neste domingo, em ambiente virtual, apresenta ao público a vida e obra da renomada pensadora russa e instiga uma reflexão sobre a busca do homem pelo conhecimento filosófico. Escrita pela filósofa Lucia Helena Galvão, a montagem retoma a parceria entre a atriz Beth Zalcman e o encenador Luiz Antônio Rocha, depois do sucesso da peça “Brimas”, pelo qual a atriz foi indicada ao prêmio Shell de melhor texto.

As sessões serão aos domingos, às 19h30, e às terças, às 20h30h, com venda de ingressos pelo Sympla e transmissão do espetáculo pela plataforma Zoom. Logo após cada sessão, haverá um bate-papo com o diretor, a autora e o atriz do espetáculo sobre o legado deixado pela escritora.

A montagem procura levar o público do irreal ao real, da ignorância à sabedoria que ilumina o propósito da existência. “Interpretar Helena Petrovna Blavatsky é mergulhar no improvável, no intangível. Nada mais desafiador para uma atriz realizar um texto que demanda extrema sensibilidade, concentração e imaginação e transportar a plateia para um universo de possibilidades”, define a atriz Beth Zalcman.

A luz da vela ilumina o cenário e revela um lugar simples no frio de Londres no final do século 19. É um recorte do quarto de Helena Blavatsky, que se encontra sozinha, no seu último dia de vida. Ela revisita suas memórias, seu conhecimento adquirido pelos quatro cantos do mundo. Relembra sua forte ligação com a Índia e seu encontro, em Londres, com Gandhi. 

 

 


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895