Festival de Gramado para assistir em casa

Festival de Gramado para assistir em casa

A programação do do evento no final de semana traz filmes e debates

Ator Chico Diaz está no elenco de ‘Homem-Onça’ (RJ), na mostra de longas brasileiros a ser exibida neste sábado

publicidade

Como este é o segundo ano que o Festival de Cinema de Gramado ocorre de forma remota devido à pandemia, foi renovada a parceria com o Canal Brasil e com a TV Educativa do Rio Grande do Sul (TVE-RS) para exibição da programação. A categoria de Longas-metragens (brasileiros, estrangeiros e gaúchos) e curtas nacionais está sendo exibida pelo Canal Brasil, a partir das 21h30min.
PROGRAMAÇÃO DE SÁBADO. Os curtas-metragens nacionais a serem exibidos neste sábado, a partir das 21h30min, são dois: “Entre nós e o mundo”, de Fabio Rodrigo (SP, 17’19”) e “Animais na pista”, de Otto Cabral (PB, 10’13”). Hoje e amanhã, será exibido um longa gaúcho e um brasileiro no programa da noite. A partir de segunda-feira, os longas serão divididos entre um brasileiro e um estrangeiro.
O longa-metragem brasileiro deste sábado é“Homem Onça”, de Vinícius Reis. O filme foi rodado no Rio de Janeiro, Petrópolis e Teresópolis, entre dezembro de 2017 e janeiro de 2018, e teve sua estreia mundial em fevereiro passado, no Arthouse Asia Film Festival. O filme conta no seu elenco com Chico Diaz, Guti Fraga, Dani Ornellas, Tom Karabachian e Alamo Facó. 
A narrativa se passa na segunda metade dos anos 1990. Pedro trabalha em uma grande empresa estatal que em breve será privatizada. Pressionado pelo processo de reestruturação, Pedro tem que demitir sua equipe e antecipar a sua aposentadoria, contra a vontade. Aposentado e com uma doença na pele, ele decide se separar da família e se mudar para Barbosa, sua pequena cidade natal. 
O longa-metragem gaúcho do programa neste sábado é “A colmeia”, de Gilson Vargas. Filmado em 2017 nos municípios de Maratá e Harmonia, Interior do RS, o filme situa-se na no período da 2ª Guerra Mundial e traz como protagonistas um grupo de imigrantes alemães que vive isolado no Sul do Brasil. 

MERCADO. Neste sábado e domingo, também ocorrem as atividades paralelas do Conexões Gramado Film Market. Às 15h, haverá HUB Universidades, com o lançamento do Mapeamento de Diversidade nos Cursos de Cinema e Audiovisual do Brasil com Forcine e Feisal – Federação das Escolas de Imagem e Som da América Latina. Pode ser assistido pelos canais digitais do Festival de Cinema de Gramado (YouTube e site). 
Às 16h30min, será transmitida uma palestra sobre expoentes da história do cinema no Rio Grande do Sul, com Fatimarlei Lunardeli e Glênio Póvoas. E, às 17h30min, lideranças debatem propostas para impulsionar o audiovisual no Estado. Participam Beto Rodrigues, Carla Rabelo, Diego Tafarel, Jeferson Silva, Nica Fochesatto, Para Yxapy Patricia Ferreira, Rogério Rodrigues e Zeca Brito. 

DOMINGO. A programação da noite deste domingo, também 21h30min pelo Canal Brasil, conta com dois curtas nacionais: “Desvirtude”, de Gautier Lee (RS, 14’50”) e “Stone heart” de Humberto Rodrigues (AM, 8’52”). 
O longa brasileiro é “O Novelo”, de Claudia Pinheiro (SP, 94’47”). Em cena, estão cinco irmãos que foram criados pelo irmão mais velho após a morte da mãe. Eles descobrem que o pai pode ser um homem que está em coma em um hospital. 
E o longa gaúcho do dia é “Extermínio”, de Mirela Kruel (Cachoeira do Sul, 72’42”). A temática propõe uma reflexão sobre a vida das mulheres trans de uma cidade do Interior do Estado a partir de um assassinato ocorrido em 2016. 

CURTAS GAÚCHOS. A categoria de curtas-metragens produzidos no Rio Grande do Sul concorre ao Prêmio Assembleia Legislativa de Cinema - Mostra Gaúcho de Curtas 2021, que integra a programação do Festival. Estes curtas serão exibidos pela TVE a partir de segunda-feira, 22h30min, organizados em quatro programas diários. 
O Prêmio Assembleia Legislativa de Cinema é uma promoção da Assembleia Legislativa do RS, realizado há 18 anos em parceria com a Prefeitura de Gramado, firmada por meio de Termo de Acordo de Mútua Colaboração, com a interveniência da Autarquia Gramadotur. 
No dia 21 de agosto (sábado), às 16h, ocorre a cerimônia de premiação dos ganhadores do 18º Prêmio AL de Cinema - Mostra Gaúcha de Curtas. A cerimônia de premiação poderá ser vista nos canais digitais do Festival de Cinema de Gramado (YouTube e Site) na TVE-RS, pela TV e pelo site, e na TV Assembleia (canal aberto 11.2, portal www.al.rs.gov.br/ tvassembleia).

VOTO POPULAR. Desde 2019, o Festival de Cinema de Gramado conta com aplicativo exclusivo, disponível para Android e iOS, que reúne as principais informações do evento, como história, notícias, programação e votação interativa. A escolha do Melhor Filme pelo Júri Popular de curtas brasileiros e de longas brasileiros, estrangeiros e gaúchos será novamente realizada nesta edição por meio do aplicativo. Para isso, basta fazer um cadastro e aguardar a liberação da votação. O app está disponível para download na PlayStore e App Store, basta pesquisar por Festival de Cinema de Gramado. A divulgação do escolhido ocorre na cerimônia final, com os demais troféus.

NOVA PREMIAÇÃO PARA O CINEMA GAÚCHO

Uma das novidades desta edição do Festival de Gramado é a premiação em dinheiro para filmes gaúchos. O festival, que conta com financiamento do Sistema Pró cultura, por meio da Lei de Incentivo à Cultura (LIC), passa a contar com prêmio em dinheiro, voltado à valorização da produção local e oferecido pela Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), por meio do Instituto Estadual de Cinema (Iecine): Prêmio Sedac/Iecine.
Ao todo, são R$ 118 mil para 14 prêmios dedicados aos realizadores locais. São dez novos kikitos distribuídos nas categorias de Melhor Direção, Roteiro, Ator, Atriz, Direção de Fotografia, Direção de Arte, Montagem, Desenho de Som e Trilha Musical. Cada categoria receberá R$ 5 mil. O melhor longa gaúcho leva R$ 10 mil.
Além das categorias técnicas, o Prêmio Sedac/Iecine também será concedido a artistas e realizadores pelo mérito de suas trajetórias no audiovisual do RS. É o Prêmio Leonardo Machado (foto), em homenagem ao ator gaúcho premiado em Gramado em 2009 por “Em Teu Nome” e falecido em 2018, aos 42 anos. O ator ou atriz premiado com o prêmio Leonardo Machado receberá R$ 15 mil. Outra distinção é o Prêmio Novas Façanhas, que contemplará três realizadores, técnicos ou coletivos por sua contribuição à inovação e ao desenvolvimento da linguagem audiovisual. Cada um dos três premiados receberá R$ 10 mil.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895