Filme polêmico sobre Michael Jackson vence no Emmy
capa

Filme polêmico sobre Michael Jackson vence no Emmy

"Leaving Neverland" aborda acusações de abuso sexual contra o cantor

Por
Correio do Povo

"Leaving Neverland" ganhou prêmio de melhor documentário no Emmy

publicidade

O destaque das chamadas “artes criativas”, premiadas pela Academia da Televisão dos Estados Unidos na noite de sábado, teve como vencedor o documentário “Leaving Neverland”, da HBO, que aborda as acusações de abuso sexual contra Michael Jackson. Também concorrendo em seis categorias do Creative Arts do Emmy Awards, “Homecoming”, o filme-concerto de Beyoncé, saiu sem vencer em nenhuma categoria. 

Na cerimônia, conhecida como Creative Arts do Emmy Awards 2019, foram entregues os prêmios das categorias mais técnicas entre produções de televisão, como edição, maquiagem, fotografia, dublagem, etc. Mas também entram na lista alguns troféus que poderiam estar na cerimônia principal, a ser realizada na noite do próximo domingo, dia 22 de setembro. 

Não faltam polêmicas e supostas revelações em “Leaving Neverland”, que trata de contar a história de dois homens que teriam sido vítimas de Michael Jackson durante a infância: o dançarino e coreógrafo australiano Wade Robson e o norte-americano James Safechuck. Os dois foram próximos do Rei do Pop durante seus anos de estrelato e alegam terem sido vítimas de abuso sexual aos sete e dez anos, respectivamente.

“‘Leaving Neverland” foi indicado, ao todo, a cinco categorias no Creative Arts do Emmy Awards 2019. Entre os programas de reality show que foram premiados nesta edição do evento, RuPaul conquistou pelo quarto ano consecutivo o Emmy de Melhor Apresentador de Programa de Competição e “Queer Eye" conquistou levou quatro troféus.