Graça Craidy apresenta projeto artístico para as máscaras de proteção
capa

Graça Craidy apresenta projeto artístico para as máscaras de proteção

A colagem envolve figuras das artes e da cultura do RS

Por
Arte & Agenda

Maria Tomaselli e Juremir Machado da Silva

publicidade

A artista visual Graça Craidy leva arte às máscaras de proteção contra o novo coronavírus. Ela diz que "deseja devolver a identidade das pessoas nestes tempos de pandemia em que todo mundo fica com a mesma cara, a cara da máscara”. Ela pegou retratos e desenhos e transferiu para o computador e recortou em forma de máscara a parte do rosto que a proteção cobre. Feito isso, colou digitalmente o recorte sobre uma foto do retratado, que passou a ter uma máscara à sua semelhança. Para a artista, esse trabalho pretende não apenas revelar, como desvendar o que está por trás da máscara. Além de desvendar aquilo que vem sempre num retrato que é pintado ou desenhado, que é a alma da pessoa. 

Foram produzidas 45 colagens, quase a totalidade delas envolvendo artistas visuais e figuras expressivas da cultura gaúcha, entre os quais Clara Pechansky, Fernando Baril, Zoravia Bettiol, Britto Velho, Regina Galbinski Teitelbaum, Maria Tomaselli, Erico Santos, Eduardo Vieira da Cunha, Juremir Machado da Silva, Patrícia Langlois, Paulo Amaral, Zé Adão Barbosa, Francisco Marshall, Moisés Mendes, Eleone Prestes e Alfredo Fedrizzi.

Na segunda etapa do projeto, Graça vai atuar sobre trabalhos que fez retratando ícones internacionais das artes visuais, da música, da literatura, que inclusive já foram objeto de exposições realizadas por ela. “A ideia, além de documentar a pandemia com arte, é dedicar aos amigos nesse trabalho todo o meu amor e todo o meu humor”, declara.