Justiça manda soltar ator José Dumont com monitoramento por tornozeleira eletrônica

Justiça manda soltar ator José Dumont com monitoramento por tornozeleira eletrônica

Ele estava preso havia cerca de um mês por armazenamento de conteúdo de pornografia infantil no celular e no computador

R7

Artista tem quatro décadas de trabalhos na televisão e cinema

publicidade

A Justiça do Rio mandou soltar o ator José Dumont, de 72 anos, com a condição de monitoramento por tornozeleira eletrônica. A decisão foi cumprida nesta quarta-feira (12), segundo informações da Seap (Secretaria de Administração Penitenciária).

José Dumont estava preso preventivamente pelo crime de armazenamento de imagens de pornografia infantil no celular e no computador. Em setembro, a Justiça aceitou a denúncia do MP-RJ (Ministério Público do Rio) e o tornou réu no processo.

A nova decisão foi da 3ª Câmara Criminal do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio). Segundo a assessoria de imprensa do tribunal, a prisão preventiva foi afastada porque não caberia neste crime pelo qual José Dumont está sendo processado. No entanto, foram determinadas medidas cautelares, como monitoramento eletrônico.  

O ator foi detido em flagrante durante as investigações da Polícia Civil sobre o suposto abuso de um menor de 12 anos. Segundo as investigações, câmeras de vigilância flagraram investidas com beijos na boca e carícias íntimas.

O R7 tenta contato com o advogado do ator. O espaço está aberto para manifestação.


Mais Lidas

Guia de Programação: a grade dos canais da TV aberta desta quarta-feira, dia 17 de julho de 2024

As informações são repassadas pelas emissoras de televisão e podem sofrer alteração sem aviso prévio

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895