Matthew Perry, de "Friends", revela que gastou R$ 47,5 milhões para ficar sóbrio

Matthew Perry, de "Friends", revela que gastou R$ 47,5 milhões para ficar sóbrio

Ator contou que os vícios o deixaram entre a vida e a morte, e que o abuso de drogas o fez usuário de bolsa de colostomia por nove meses

AE

Perry, que já foi fotografado e zombado durante sua luta contra o vício, está sóbrio há 18 meses

publicidade

Matthew Perry, de 53 anos, conhecido como Chandler Bing em Friends, revelou ao The New York Times, neste domingo, dia 23, que gastou cerca de US$ 9 milhões (R$ 47,5 milhões) para tentar ficar sóbrio. Entre seus vícios, está bebida alcoólica e uso de opioides - ele revelou, inclusive, que o abuso da substância o deixou entre a vida e a morte.

As declarações aconteceram durante a divulgação de seu novo livro "Friends, Lovers and That Big Little Thing". Na obra, que deve ser lançada em novembro nos Estados Unidos, ele abordou temas de grande destaque de sua vida pessoal, principalmente, a batalha contra o alcoolismo que o levou a esquecer três temporadas de Friends.

O artista ainda fez um adendo sobre o termo "alcoólicos anônimos". Ele disse que "o anonimato é uma dádiva", cuja sorte ele não tem, mas considera a ideia perigosa para quem sofre com a mesma condição. "Isso sugere haver um estigma e que temos que nos esconder. Não é uma opinião popular, a propósito."

O ator decidiu escrever um livro depois de ficar hospitalizado por um longo período. Em entrevista à People, ele revelou que os médicos disseram que ele tinha "2% de chance de sobreviver". O abuso de drogas o fez recorrer a uma bolsa de colostomia por nove meses.

Perry, que já foi fotografado e zombado durante sua luta contra o vício, está sóbrio há 18 meses. No lançamento de "Friends The Reunion", em maio de 2021, ele já não recorria às substâncias.


Mais Lidas

Guia de Programação: a grade dos canais da TV aberta desta quarta-feira, dia 1 de maio de 2024

As informações são repassadas pelas emissoras de televisão e podem sofrer alteração sem aviso prévio

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895