“Obra Comentada” estreia destacando Celso Viáfora e Pablo Trindade

“Obra Comentada” estreia destacando Celso Viáfora e Pablo Trindade

Projeto analisa o álbum da dupla “Cantando em Bando”

Correio do Povo

Compositor, cantor e arranjador Celso Viáfora

publicidade

O Centro Cultural 25 de Julho apresenta a primeira edição do projeto Obra Comentada, em versão online, trazendo o compositor e músico Celso Viáfora e o maestro Pablo Trindade para conversarem sobre o álbum “Cantando em Bando”,  realizado pela dupla. O evento ocorrerá neste sábado, 11 de julho, às 16h, através do link https://www.youtube.com/user/feantrio. O público poderá contribuir para artistas em situação de vulnerabilidade, por conta da pandemia. 

Proposta por Felipe Lacerda Antunes, coordenador e mediador do projeto, a parceria com o 25 foi iniciada em plena quarentena, para oferecer mais um alento com arte ao público. O produtor que já acumula outros projetos similares, na Rádio TCE-RS e em outros espaços culturais, provoca o diálogo sobre a obra selecionada, através de entrevista com o artista. Nesta primeira edição, ele celebra o encontro do grupo Expresso 25 e Pablo com Celso, unindo São Paulo e Porto Alegre, sobre suas investidas musicais, mais idas e vindas de aproximação artística e de crescente amizade. A gravação de “Cantando em Bando” foi apenas uma consequência, realizada no estúdio Gargolândia (SP).

Pablo estava dando uma Oficina de Regência e Coro Popular na Universidade de Ceará, em Fortaleza, onde, paralelamente, Celso foi fazer uma apresentação. Uma amiga em comum, a cantora e regente Aparecida Silvino apresentou os dois, em um lindo ontro, na praia. Logo que se tornou possível, com um tempo viável para preparo de repertório, Celso veio a Porto Alegre, com agenda marcada para um show conjunto com o Expresso 25, grupo dirigido pelo maestro Pablo. Este foi só o início de uma parceria de música e amizade que dura até hoje. Desse vínculo criado, em momento posterior, Ivan Lins entrou na história, mas esse já é outro assunto...


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895