Pelas veredas de Leandro Maia no CP ao Vivo

Pelas veredas de Leandro Maia no CP ao Vivo

Músico caxiense radicado em Pelotas é a atração da live do Correio do Povo nesta segunda, 18h

Em 2016, Leandro participou do concerto com Ivan Lins e Orquestra da Ulbra, no Araújo Vianna

publicidade

O cantor, violonista e compositor Leandro Maia é a atração desta segunda-feira, às 18h, do Correio do Povo ao Vivo lá em Casa pelas plataformas digitais do jornal (Facebook, YouTube e Twitter). Professor da Universidade Federal de Pelotas e doutor em Música/Songwriting na Bath Spa University/Reino Unido, com a tese 'Poetics of Song: songwriting habitus in the creative process of Brazilian Music”, Leandro foi o compositor brasileiro agraciado pela 1ª edição do Prémio Ibermúsicas de Composición de Canción Popular, no ano de 2015, poucos antes de radicar-se na Inglaterra por quatro anos para a realização de doutorado pleno no exterior com Bolsa CAPES. 

Em 2016, Leandro recebeu o Prêmio Açorianos de Melhor Intérprete, pelo disco "Suíte Maria Bonita e Outras Veredas", produzido por André Mehmari, também destacado no Açorianos como melhor Produtor Musical. O disco foi gravado com recursos do Prêmio Funarte de Música Brasileira. Também em 2016, ele participou do concerto Ivan Lins e a Orquestra da Ulbra, no Araújo Vianna, tendo suas canções arranjadas para orquestra. O concerto está disponível na internet pela canal da Orquestra: youtu.be/6FIbWSJOeLI. Ao todo, Leandro possui cinco Prêmios Açorianos: Grupo MPB (1999 e 2000), Revelação (2009), Disco Infantil (2012) e Intérprete (2016).

Mestre em Literatura Brasileira (Ufrgs) com a dissertação "Quereres de Caetano: da Canção à Canção", em 2008, Leandro teve seu disco “Palavreio” considerado um dos 10 melhores do país pela imprensa gaúcha. Durante sua estada no exterior, Leandro internacionalizou seu trabalho colaborando com artistas e  tocando para plateias da Inglaterra, França, Espanha, Holanda, Bélgica e Portugal em diversas formações. Colaborou como letrista, cantor, violonista e arranjador com diversos artistas, em trabalhos como "Tresavento" (Marcelo Delacroix, 2019, letrista), "Iberoamericano" (Daniel Wolff, 2019, letrista e cantor),  Betto Serrador e a Orquestra Manouche (Orchestra Manouche, 2018, letrista), "Dona Conceição dos Mil Sambas" (Conceição Rosa Teixeira, 2017, produtor musical), "Itinerario Canción" (Premio Ibermusicas, 2017, cantor, compositor e produtor), "Canteiro" (André Mehmari, 2012, letrista, cantor e violonista). 

 


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895