"Perdi um pouco da leveza que já tive", diz Juliette sobre vida pós-BBB

"Perdi um pouco da leveza que já tive", diz Juliette sobre vida pós-BBB

Ela comentou sobre o estresse emocional durante e após o reality show

AE

Juliette durante uma viagem a Salvador

publicidade

Juliette Freire viu sua vida virar de cabeça para baixo depois que deixou o Big Brother Brasil 21. Saiu de lá com mais de 20 milhões de seguidores, fato inédito no programa, e apostou na vida de influenciadora enquanto, nos bastidores, mergulhava na música para lançar seu EP de estreia, que leva o nome da artista.

Com o álbum "Ciclone", lançado neste ano, Juliette começa a turnê homônima que passa por cidades como Curitiba, Belo Horizonte e termina em João Pessoa, em dezembro. Antes de conversar com o Estadão, ela falou com a Rádio Eldorado, em uma entrevista com Roberta Martinelli, que vai ao ar no dia 30 de novembro, ao meio-dia, e comentou sobre o estresse emocional durante e após o BBB.

Durante o reality, Juliette diz que se sentiu humilhada e julgada, e até deixou de se reconhecer como a mulher que era antes da fama. Ela comenta que às vezes sente como se tivesse perdido um pouco de si em algumas situações desafiadoras.

"O que eu mais sinto falta, que acho que perdi um pouco por um momento, foi essa leveza, sabe? Em algum momento, eu fiquei tão preocupada com tanta coisa, tanto trabalho, tantas pessoas e tanta obrigação que meio que perdi um pouco a irresponsabilidade, a leveza que já tive. O que eu luto é para manter a Juliette feliz, leve e brincalhona em meio ao caos."

Ao ser questionada sobre qual foi a última vez que ela sentiu que se perdeu de si no pós-BBB, Juliette não entrou em detalhes. Ela contou que isso ocorreu há uns meses e mencionou, brevemente, algum relacionamento amoroso. De novo, sem aprofundar o assunto.

"Eu ainda não estou 100%, mas não só pela relação afetiva, mas também por várias coisas que eu precisei enfrentar e ainda estou enfrentando. É que nem tudo a gente pode contar e nem tudo o público sabe, mas é muito, muito maior do que o iceberg que é o Instagram e as redes sociais mostram."

Nesta entrevista, a assessoria de imprensa da cantora pediu que não fosse abordado o caso da acusação de plágio feita por Fióti, irmão de Emicida, na música "Magia Amarela", cantada por Juliette e Duda Beat, que seria um jingle da Bauducco, mas teve o lançamento cancelado. Juliette e Fióti já disseram que conversaram e se entenderam após o episódio.

 

O show surpreende, diz Juliette

 

Juliette faz um paralelo entre a vida dela no reality show e a atual ao entregar que muitas pessoas ainda duvidam da qualidade de seu show. "O BBB ainda não acabou", brinca.

"A galera se surpreende muito com meu show, é impressionante. É uma comédia porque as pessoas não dão nada [para o meu show], a verdade é essa. As pessoas acham meio cafona, assim: 'Ai, meu Deus! Fã de Juliette? Fã de fã clube?'. As pessoas meio que negligenciam isso. Ficam: 'Ai, meu Deus! Só vai ter fã gritando, mas bora lá'. Só que vão ou por convite, ou porque foram convencidos, ou porque querem meter o pau. Depois que termina, é impressionante, os comentários são iguais", afirma a cantora.

Ela conta que vê influenciadores dizendo nas redes sociais que "não davam nada ao show, mas pagaram a língua". "Eles vão achando que tipo 'ai, que besteira' [um show da Juliette] e saem encantados", comenta ela.

Agora, Juliette foca na turnê musical "Ciclone", que acaba em dezembro, em João Pessoa. Depois disso, quem sabe, podemos saber mais sobre outros projetos da ex-BBB. Por enquanto, esse não é o objetivo.


Mais Lidas

Guia de Programação: a grade dos canais da TV aberta desta quarta-feira, dia 1 de maio de 2024

As informações são repassadas pelas emissoras de televisão e podem sofrer alteração sem aviso prévio

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895